Home » » Professores da rede estadual fazem protesto pelo PCCR e reajuste do piso, em JP.

Professores da rede estadual fazem protesto pelo PCCR e reajuste do piso, em JP.


O Sindicato dos Trabalhadores e Trabalhadoras em Educação do Estado da Paraíba (Sintep) vai realizar, a partir das 14h desta quinta-feira (18), uma manifestação pelo Dia de Mobilização Estadual pela educação. O ato vai acontecer no Lyceu Paraibano e defende a manutenção do reajuste do piso do Magistério e a criação do Plano de Cargos, Carreiras e Remuneração (PCCR) da categoria, firmado em 11,33%, pelo Ministério da Educação (MEC).

Além disso, os manifestantes também defendem a regulamentação do piso único e das diretrizes nacionais de carreira para professores e funcionários de escolas do Estado.

Outras reivindicações dos professores são o piso salarial nacional integral com jornada semanal de 30 horas para o Magistério; reajuste salarial de 11,36% para os trabalhadores em educação; garantia das progressões verticais para os professores; criação do Plano de Cargos Carreiras e Remuneração (PCCR) dos funcionários escolares com regime de 30 horas semanais; além de mandato de três anos para diretor escolas, com reeleição ilimitada, entre outros pleitos da categoria.

Na tarde da quarta-feira (17), membros do Sintep e o governador Ricardo Coutinho se encontraram para discutir as pautas das reivindicações.

Na reunião, segundo o coordenador do Sintep, Carlos Belarmino, o governador ouviu as demandas da categoria, expôs dados sobre a queda da receita do Estado e reforçou que quando a receita apresentar crescimento vai possibilitar a implantação do PCCR.

"O governador nos mostrou a situação econômica do Estado, que passa por crise, e disse que deve implantar o PCCR ainda este ano, quando a receita estadual estiver em melhores condições. Temos dois pontos em prioritários, que são o PCCR e o reajuste aprovado pelo MEC", disse Carlos Belarmino.



Correio 
Compartilhe: :

0 comentários:

Postar um comentário