Home » » Em Picuí mandato da vereadora Ednalva Dantas pode está com os dias contados.

Em Picuí mandato da vereadora Ednalva Dantas pode está com os dias contados.


O Tribunal Regional Eleitoral – TRE/PB – definiu data para julgamento da ação de perda de cargo eletivo por desfiliação partidária sem justa causa que tramita no TRE contra a vereadora Maria Ednalva Dantas (Foto). A data definida é o dia 04 de Abril próximo e a parlamentar Picuiense corre o risco de ficar sem mandato.

A vereadora Ednalva foi eleita em 2012 pelo PSD, mas em meados de 2015 deixou o partido pelo qual chegou a Câmara Municipal para se filiar ao PSB.

De acordo com a legislação eleitoral o mandato pertence ao partido e como a legenda tem suplente no município, imediatamente Gisélio Fernandes num direito que lhe assiste, recorreu ao TRE requerendo o mandato da vereadora.

Com ‘o cinto apertado’ e vendo a besteira que fez Ednalva ‘deu ré’ e voltou para sua antiga legenda. Mesmo retornando ao PSD, não impediu que a ação prosseguisse e agora a sorte está lançada; dia 04 de Abril haverá o julgamento da ação e a vereadora poderá voltar a dormir tranquila, ou poderá ‘amargar uma derrota’ ficando sem mandato até outubro deste ano, quando a mesma poderá se candidatar a reeleição.

Ednalva Dantas é a atual presidente do Poder Legislativo Municipal.



Francisco Araújo 
Compartilhe: :

0 comentários:

Postar um comentário