Home » » Enforcado em trave, preso morre dentro da maior penitenciária do RN.

Enforcado em trave, preso morre dentro da maior penitenciária do RN.

André Carlos Silva de Limeira 'pé seco' foi encontrado enforcado 
Um detento morreu na madrugada desta quarta-feira (9) dentro da Penitenciária Estadual de Alcaçuz, maior presídio do Rio Grande do Norte. André Carlos Silva de Limeira, de 28 anos, mais conhecido como 'André Pé Seco', foi encontrado com uma corda amarrada no pescoço, dependurado numa trave de futebol na quadra do pavilhão 2, dominado por uma facção da Paraíba. Alcaçuz fica em Nísia Floresta, cidade da Grande Natal.

A identificação do preso foi confirmada pela Coordenadoria de Administração Penitenciária. Durval Franco, diretor da Coape, afirmou ao G1 que a suspeita é que o preso tenha sido assassinado. Ao analisar uma foto tirada pelos próprios presos do pavilhão 2 momentos antes de o detento morrer, Durval disse que "isso foi um recado claro de que André seria assassinado. Ou seja, fizeram questão de mostrar que ele seria morto". Na imagem, o detento aparece, ainda vivo, com uma corda no pescoço. Depois, os presos também divulgaram outras fotos, onde André já aparece morto, dependurado na trave.

"Já chamamos o Instituto Técnico-Científico de Polícia (Itep), que é o órgão competente para atestar o que causou a morte do preso, e também a Polícia Civil, que vai investigar o caso", acrescentou Durval.

"As brigas de facções supostamente podem estar por trás dessas mortes. A Alcaçuz, maior penitenciária do RN, pode tornar-se um ambiente tenso. A direção está fazendo de tudo para identificar os responsáveis. A polícia ficará responsável pelas investigações", destacou Juciélio Barbosa, vice-diretor do presídio.

Ainda segundo a Coape, André Carlos Silva de Limeira cumpria pena pelo crime de assalto à mão armada.



G1
Compartilhe: :

0 comentários:

Postar um comentário