Home » » Gerente vítima de sequestro estava em estado debilitado, segundo PM.

Gerente vítima de sequestro estava em estado debilitado, segundo PM.

Suspeitos de sequestrar gerente foram preso 
O gerente da agência dos Correios de Juarez Távora, que foi sequestrado durante um assalto na segunda-feira (28), foi encontrado em estado debilitado após ficar quase 72 horas sob o poder dos dois suspeitos do sequestro, que foram presos na manhã desta quarta-feira (30) na zona rural de Pedras de Fogo, na Mata paraibana. Com os suspeitos, a polícia apreendeu duas armas de fogo.

De acordo com o comandante geral da PM, coronel Euller Chaves, os homens que foram presos também estavam em condições semelhantes de saúde. “Realmente, o refém pelos dias que passou dentro do mato e em área de dificuldade, ele está debilitado. Os presos também. Já são quase 72 horas de ação, a contar da segunda pela manhã, isso é natural. Estão todos ilesos, mas debilitados”, explicou o coronel.

Ainda segundo Euller Chaves, a polícia está à procura de um quinto suspeito de participar no assalto. “Neste momento estamos com todo o aparato para cercar este último suspeito. Estamos contando com o apoio do helicóptero da Secretaria de Segurança Pública e também utilizando dois drones e todo o efetivo mobilizado para fecharmos esta ocorrência com êxito total”, informou. À princípio, a polícia trabalhava com a informação de que pelo menos seis pessoas haviam participado da ação.

Na tarde da terça-feira (29), a polícia prendeu dois suspeitos de tentarem ajudar na fuga dos sequestradores. A prisão aconteceu em um canavial na cidade de Juripiranga, também na Mata paraibana. Segundo a Polícia Militar, a dupla estava com um carro e pronta para ajudar os criminosos.

O crime aconteceu na manhã da segunda-feira. Homens armados invadiram a agência e, após renderem clientes e funcionários, tiraram o dinheiro do caixa. Na fuga, o grupo levou como reféns o vigilante e o gerente do estabelecimento, fugindo em uma viatura da Polícia Militar.

Ao chegarem na BR-230, o vigilante foi libertado e uma jovem que passava em um carro no momento foi parada e feita refém.

O major Oscar Beuttenmuller, que participa das buscas, disse que a PM encontrou um celular com os dois homens presos na terça-feira em que constavam várias ligações, possivelmente para os suspeitos, e um carro. A dupla foi detida e levada para a Delegacia Seccional de Itabaiana.

Beuttenmuller afirmou que a polícia encontrou na manhã desta quarta-feira uma espingarda calibre 12, que estava na viatura da PM roubada durante o assalto aos Correios e um colete à prova de balas do vigilante da agência, que também foi sequestrado, mas libertado logo em seguida.

A mulher, de 24 anos foi libertada na manhã da terça-feira. Segundo informações preliminares da Polícia Militar, ela estava em uma escola no Sítio Angicos, em Juripiranga, na Mata paraibana.



G1
Compartilhe: :

0 comentários:

Postar um comentário