Home » » Vereador da cidade de Cuité tem mandato extinto pela Câmara Municipal.

Vereador da cidade de Cuité tem mandato extinto pela Câmara Municipal.

Imagem ilustrativa - da internet
O vereador Marcos Vinícius Silva (PSB), que ficou conhecido como “Vereador Ostentação”, depois de exibir-se com maços de dinheiro e diálogos que seriam gastos com "quengas", teve o mandato de vereador declarado extinto pela Câmara Municipal de Cuité, na noite desta quinta-feira (03), após finalização de um processo parlamentar que comprovou o excesso de faltas do parlamentar nas sessões ordinárias do ano de 2015. O Vereador ostentação faltou mais de 60% das sessões do ano passado.

Segundo o Vereador Renan Furtado, Presidente da Comissão processante, foi observado toda a legislação sobre o assunto, especialmente, a Lei Orgânica do Município, o Regimento Interno da Câmara Municipal, as Constituições Estadual e Federal e o Decreto Lei 201/67, que tratam do assunto, e que foi assegurado o devido processo legal, especialmente, o amplo direito de defesa e do contraditório.

Todo processo foi acompanhado pelo presidente da Câmara Evanuel Moreira, que lamentou ver um parlamentar eleito pelo povo para trabalhar, virar as costas para um mandato que muitos almejam e poucos conseguem.

Quem Assume é o suplente Messias do PPS, aliado da atual administração.

Título de vereador ostentação

O socialista cassado virou notícia em toda Paraíba após aparecer em vídeo esnobando com notas e pacotes de dinheiro, contendo cédulas de R$ 50 e R$ 100, ao tempo em que insinua que é dinheiro para gastar com “q...... e p....”. A população do município, claro, demonstrou indignação, “uma afronta nesse período de crise que o País passa”.



Release PB

Em tempo: De acordo com publicação feita pelo blogueiro Dema Macedo; de acordo com a bancada de oposição o vereador Vinícius tem passado por problemas de saúde e muitos atestados médicos não foram acolhidos pela comissão processante. Acrescentou ainda que o segundo suplente Francisquinho vai entrar com requerimento pedindo suspensão da convocação de posse, pois o primeiro suplente Messias teve as contas de campanha rejeitadas pelo TRE.


Com Dema macedo
Compartilhe: :

0 comentários:

Postar um comentário