Home » » Polícia investiga relação de pai e filho com bando que explodiu banco na PB.

Polícia investiga relação de pai e filho com bando que explodiu banco na PB.


A Polícia Civil da Paraíba está investigando a relação de dois homens presos em Araruna, no Agreste paraibano, com o bando suspeito de explodir a agência bancária da cidade na madrugada do dia 7 de abril. De acordo com o delegado Diógenes Fernandes, titular da delegacia de Solânea, onde os dois homens foram ouvidos, a primeira suspeita é de que a dupla tenha sido responsável por dar apoio e abrigo aos criminosos que explodiram a agência bancária.

Os dois homens que supostamente têm ligação com a quadrilha foram presos na sexta-feira (8) pela Polícia Militar em Araruna. Conforme informações da PM, os dois homens, que são pai e filho, foram presos em flagrante com uma motocicleta Honda Bros, de cor amarela, com a placa adulterada. Ainda com os suspeitos foram encontrados um cano de espingarda, R$ 2,5 mil em dinheiro, um chassis de motocicleta e documentos.

Na delegacia de Solânea, os dois suspeitos foram ouvidos e autuados em flagrante. Após prestar depoimento, os dois foram encaminhados para a cadeia de Araruna, onde estavam presos até a manhã desta segunda-feira (11). O delegado Diógenes Fernandes comentou que os suspeitos informaram que foram obrigados a dar suporte ao bando.

“A Polícia Civil da região vai averiguar as informações repassadas pela dupla na tarde desta segunda. Pelo que eles repassaram, são muitas informações desencontradas, não deram muitos detalhes sobre o bando, por isso estamos conduzindo essa parte do inquérito com cautela”, explicou o delegado. Ainda segundo Diógenes Fernandes, pai e filho apontaram a participação de um terceiro homem que também teria dado apoio ao bando.

A explosão
Na madrugada do último dia 7, os criminosos explodiram o cofre central do banco e conseguiram levar todo o dinheiro, segundo informações da Polícia Militar. Moradores contaram à polícia que pelo menos dez homens em vários carros participaram do crime e já chegaram na cidade atirando para cima, assustando a população. Policiais encontraram cápsulas deflagradas de calibres 762, ponto 40 e 556.

Ainda conforme a Polícia Militar, os caixas eletrônicos do local ficaram intactos. O gerente da agência conversou com a polícia e confirmou que o dinheiro foi levado, mas a quantidade não foi informada. O prédio onde funcionava a agência ficou completamente destruído. A explosão chegou a afetar, inclusive, casas vizinhas ao banco.


G1
Compartilhe: :

0 comentários:

Postar um comentário