Home » » TCE aprova contas da câmara de Sossego com sustentação oral feita pelo advogado Joagny Augusto.

TCE aprova contas da câmara de Sossego com sustentação oral feita pelo advogado Joagny Augusto.

Advogado Joagny Augusto 
Não recolhimento de contribuições previdenciárias reprova contas de prefeito.

O Tribunal de Contas da Paraíba, reunido nesta quarta-feira (20), emitiu parecer contrário à aprovação das contas de 2014 apresentadas pelo prefeito de Brejo dos Santos, Luiz Vieira de Almeida, em razão do não recolhimento de contribuições previdenciárias. A decisão deu-se conforme entendimento do relator Fábio Nogueira, após voto-vista do conselheiro Arnóbio Viana expresso neste mesmo sentido. Ainda cabe recurso.

Em fase recursal, o TCE manteve a reprovação das contas de 2013 do então prefeito de Paulista, Severino Pereira Dantas, mas reduziu para cerca de R$ 251 mil o débito superior a R$ 412 mil anteriormente imputado, em razão de disponibilidade financeira não comprovada por este gestor, a quem ainda assiste o direito a recurso de revisão.

Também em grau de recurso, o TCE reduziu para R$ 38.903,00 o débito de R$ 99.758,00 antes imposto ao prefeito de Pilõezinhos, Rosinaldo Lucena Mendes, de quem reprovara as contas de 2013 por despesas sem comprovação documental. Foi relator do processo o conselheiro Nominando Diniz.

A prefeita de Alagoinha, Alcione Maracajá de Morais Beltrão, teve aprovadas as contas de 2013 e o ex-prefeito de Caraúbas, Severino Virgínio da Silva (já falecido), as de 2012, conforme voto do relator do processo, conselheiro Marcos Costa.

O TCE ainda aprovou, com ressalvas, as contas oriundas das Câmaras Municipais de Mogeiro (exercício de 2011, em recurso), Sossego (2013), Tenório (2014), Alhandra (2012) e Triunfo (2014). Assim, também, as contas de 2012 da PB-Tur Hotéis S/A.

A sessão plenária, conduzida pelo vice-presidente André Carlo Torres Pontes (no exercício da Presidência do TCE, em razão de viagem institucional do titular Arthur Cunha Lima a São Paulo) teve as participações dos conselheiros Arnóbio Viana, Nominando Diniz, Fábio Nogueira e Marcos Costa. Também, as dos conselheiros substitutos Antonio Cláudio Silva Santos, Antonio Gomes Vieira Filho, Oscar Mamede e Renato Sérgio Santiago Melo. O Ministério Público de Contas esteve representado pela procuradora geral Sheyla Barreto Braga de Queiroz.



Com Ascom/TCE-PB
Compartilhe: :

0 comentários:

Postar um comentário