Home » » Amamentação oferece benefícios para saúde do bebê e da mãe.

Amamentação oferece benefícios para saúde do bebê e da mãe.

Imagem da Internet
O relacionamento da mãe com o bebê inicia a partir do momento em que ela descobre a gravidez, porém, os laços tornam-se mais fortes com o nascimento e os primeiros contatos entre os dois. Uma das formas mais simples e eficazes de criar uma relação mais próxima é a amamentação que traz benefícios para o desenvolvimento do bebê.

Base de pesquisa para diversos estudos científicos de todo o mundo, o leite materno é fundamental na prevenção de alergias e problemas de saúde causados durante o desenvolvimento da criança. “Por conter células de defesa materna, ele protege o bebê da maioria das doenças”, explica o pediatra e nutrólogo do Hapvida Saúde, Marcelo Maranhão.

Até os seis meses de vida do bebê, o leite materno é o responsável por suprir as necessidades alimentares da criança e só depois desta idade é preciso inserir outros alimentos, como afirma o pediatra. “No início o bebê pode rejeitar as ofertas porque tudo é novidade (a colher, o sabor e a consistência do alimento). Mesmo recebendo outros alimentos, a criança deve mamar até os dois anos ou mais, pois o leite materno continua alimentando e protegendo contra doenças”.

O cuidado com a alimentação do bebê é fundamental para que a criança tenha pleno desenvolvimento, cresça de forma saudável e esteja menos suscetível a adquirir doenças. O leite materno possui benefícios a curto e longo prazo, sobretudo para os prematuros, já que eles precisam ainda mais de nutrientes específicos para o seu desenvolvimento, como proteínas, cálcio, fósforo, magnésio e lactose, que também estão envolvidos na formação do sistema motor.

Segundo o pediatra, alguns componentes do leite materno são responsáveis, ainda, por auxiliar no desenvolvimento neurológico do bebê. “Eles estão envolvidos no metabolismo do sistema nervoso, na formação de mielina e na maturação das funções corticais do cérebro. A colina é outro nutriente que está presente em grandes quantidades no leite materno e favorece o bom desenvolvimento neurológico”, ressalta.

Saúde da mãe
Para o especialista, a amamentação estabelece uma ligação mais íntima entre a mãe e o bebê, além de garantir segurança emocional para a criança. De acordo com Marcelo Maranhão, esse momento também garante inúmeros benefícios para a mãe. “Além de produzir em maior quantidade os hormônios que auxiliam o corpo a voltar ao normal, a amamentação também protege as mulheres contra a depressão pós-parto e reduz o sangramento após o parto”, revela.

Além disso, durante a amamentação, é muito comum o aparecimento de dores no pescoço e nos ombros, pois a mãe permanece em uma mesma postura, sustentando o bebê no braço com a cabeça inclinada e direcionada para ele por um longo período. Segundo a fisioterapeuta Juliana Elias, da Equilibra, Centro de Reeducação da Postura e do Movimento, as mães precisam prestar atenção à postura no momento da amamentação. “O ideal é utilizar um apoio para os braços e o pescoço, deixando-os em uma posição mais relaxada. Se possível, alternar o braço de apoio do bebê na próxima mamada, para não sobrecarregar ombros e pescoços”, orienta a fisioterapeuta.




JPOnline
Compartilhe: :

0 comentários:

Postar um comentário