Home » » Após briga em jogo de futebol, mãe e filha são queimadas dentro de casa.

Após briga em jogo de futebol, mãe e filha são queimadas dentro de casa.


Uma dona de casa de 42 anos e uma filha dela cadeirante, de 15 anos, sofreram queimaduras pelos corpos após bandidos atearem fogo na casa delas na cidade de Mossoró, na região Oeste do Rio Grande do Norte. O crime teria sido motivado por uma briga de um filho de Deuzilene Antônia da Silva em uma partida de futebol. O atentado aconteceu na quinta-feira (14).

Segundo Deuzilene, os criminosos pretendiam colocar fogo em um filho dela, de 22 anos, que se envolveu em uma briga na terça-feira (12). Esse filho dela teria dado uma facada em um homem nessa confusão. “Certamente eles queriam colocar gasolina no meu filho e tocar fogo. Como não encontraram, resolveram se vingar em mim e minha filha, que é especial”, conta. O filho da dona de casa, no momento do ataque, estava na casa de um parente para evitar um novo confronto com os rivais.

O atentado aconteceu no residencial Santa Júlia. A casa de Deuzilene tem dois quartos, sala e cozinha, e é forrada com PVC. A dona de casa e a filha, na sexta-feira, foram transferidas para o hospital Monsenhor Walfredo Gurgel, em Natal. As duas se tratam de queimaduras no rosto, braços e em parte das costas e perna. “Dói muito”, diz Deuzilene.

O ataque foi feito por quatro suspeitos, que estavam numa moto e numa caminhonete Hilux. Segundo ela, dois invadiram a residência quebrando a porta dos fundos e renderam o marido dela na porta do quarto. Enquanto isso, o outro espalhava gasolina nos compartimentos da casa, ateando fogo em seguida.

"A gente entrou em desespero. Eu saí da cama onde estava e me abracei com a minha filha, que é portadora de necessidades especiais, na outra cama. Quando o fogo subiu rapidamente, tentei sair do quarto levando minha filha, mas o homem me empurrou de volta no fogo. Eu caí de lado nas chamas e queimei braço, parte do rosto, perna e as costas", relatou a dona de casa.



A filha dela teve o rosto, costas, braços e pernas queimados. Após atearem fogo, os bandidos ameaçaram a família de morte, caso revelasse os nomes deles, e fugiram. O marido de Deuzilene puxou a filha pelas pernas e, depois, fez o mesmo com a mulher.

Os vizinhos ajudaram a apagar o fogo. O Corpo de Bombeiros e a Policia Militar também ajudaram. A casa ficou totalmente danificada. O forro de PVC ficou destruído, apenas com os arames pendurados. O caso será investigado pela equipe do 2º Distrito Policial de Mossoró.


G1/RN
Compartilhe: :

0 comentários:

Postar um comentário