Feridos em explosão de gás morrem em hospital de Campina Grande.


As duas pessoas que ficaram feridas em uma explosão de um gás em Campina Grande não resistiram aos ferimentos e morreram no Hospital de Emergência e Trauma da cidade. A unidade de saúde informou que a mulher, de 29 anos, morreu no domingo (17) e o homem, de 36 anos, nesta segunda-feira (18). A explosão aconteceu no dia 10 de julho, em uma casa no bairro da Liberdade.

Segundo a comandante do Corpo de Bombeiro Militar, major Anuska Macedo, o motivo da explosão ficou clara para os bombeiros. “A causa já foi explicada. Houve um vazamento de gás e quando a moradora abriu a residência e acendeu a luz, a faísca do interruptor provocou a explosão. Vale destacar que o botijão não explodiu, apenas o gás”, disse a comandante.

Ainda de acordo com a major Anuska Macedo, o local só vai ser vistoriado se o proprietário fizer uma solicitação. “O papel do Corpo de Bombeiro já foi feito. Se o proprietário quiser fazer uma vistoria pra ter um respaldo maior sobre a explosão vai ter que fazer uma solicitação. Pelo que fomos informados, apenas uma moradora vai solicitar uma vistoria, mas esta é referente ao seguro de um carro que ficou danificado”, frisou.


G1

Sobre Francisco Araújo

Sou radialista profissional.

0 comentários:

Postar um comentário

Tecnologia do Blogger.