Home » » MP não descarta mais anulações de concursos feitos por empresas envolvidas em fraudes.

MP não descarta mais anulações de concursos feitos por empresas envolvidas em fraudes.


O concurso de Junco do Seridó iria acontecer neste domingo, mas a Promotoria de Justiça recomendou a anulação devido ao envolvimento da empresa organizadora em irregularidades.

Depois da anulação do concurso da Prefeitura de Junco do Seridó nesta semana, o procurador-geral de Justiça, Bertrand Asfora, não descarta a possibilidade de outros certames serem também anulados.

De acordo com ele, os promotores estão atentos a estas questões e providências devem ser tomadas. “O órgão de execução e acompanhamento disso é a promotoria. Cada promotor deve estar atento para isso, para ter essas cautelas em relação não só a essa empresa, mas às demais”, destacou Bertrand Asfora.

O procurador-geral de Justiça destacou o respeito às atribuições dos promotores de justiça em cada comarca, lembrando que eles têm autonomia para exercer seu papel de fiscalização.

A prova do concurso de Junco do Seridó iria acontecer neste domingo (10), mas a promotora de Justiça Ana Grazielle Araújo Batista de Oliveira, de Santa Luzia, recomendou a anulação tendo em vista o envolvimento da empresa organizadora em irregularidades.

A Conpass (Concursos Públicos e Assessorias), que é organizadora deste concurso, está envolvida na realização de concursos públicos fraudulentos em várias cidades da Paraíba, Rio Grande do Norte e Pernambuco. Ela também é responsável por outros certames que estão previstos para acontecer em cidades paraibanas, como é o caso de Monteiro, Prata e Caaporã.



Clickpb
Compartilhe: :

0 comentários:

Postar um comentário