Operação da PF combate tráfico de drogas e armas em 4 estados, inclusive a Paraíba.


Uma organização criminosa foi alvo de uma ação da Polícia Federal nesta quinta-feira (7) nos estados da Paraíba, Rio Grande do Norte, Mato Grosso do Sul e Paraná. De acordo com a PF, o grupo é suspeito de tráfico interestadual de drogas e armas que abastece a cidade de Campina Grande. Ao todo, são 65 mandados judiciais que estão sendo cumpridos.

As investigações da PF apontam que a organização criminosa é comandada por presos da rede penitenciária da Paraíba, que atuam, além do tráfico, na prática de crimes patrimoniais na Rainha da Borborema. A droga era recebida na fronteira dos estados e distribuída em bocas de fumo.

Segundo a Polícia Federal, 200 policiais participam da operação, que foi denominada de 'Britador', e dão cumprimento aos mandados judiciais expedidos pela Comarca de Campina Grande. São 29 de prisão preventiva, nove de condução coercitiva e 27 de busca e apreensão, além de bloqueio de depósitos bancários. Até as 9h, a polícia não confirmou quantos foram cumpridos.

As ações começaram a cerca de um ano, ainda de acordo com a polícia. Já foram apreendidas 15 armas, aproximadamente 2,43 toneladas de maconha, 86kg de cocaína e crack e 30 presos em flagrante durante esse período. Para a PF, as apreensões deram materialidade para realização da operação e comprovaram os crimes.

A Polícia Federal informou que os presos na operação vão responder pelos crimes de tráfico interestadual de drogas e associação para o tráfico, comércio ilegal de armas, organização criminosa armada e ainda lavagem dinheiro, já que foi constatada a circulação de grandes valores.

Para dar mais esclarecimentos sobre a operação, o polícia convocou uma entrevista coletiva para às 11h na sede da Delegacia de Polícia Federal na Avenida Severino Cabral, no bairro do José Pinheiro, em Campina Grande.




G1

Sobre ClickPicuí

Radialista profissional, blogueiro e editor chefe do ClickPicuí.

0 comentários:

Postar um comentário

Tecnologia do Blogger.