Home » » Parceria entre MPPB e UFCG promoverá, em agosto, o evento 'Hackfest Contra a Corrupção'

Parceria entre MPPB e UFCG promoverá, em agosto, o evento 'Hackfest Contra a Corrupção'


Por meio do Núcleo de Gestão do Conhecimento da instituição e apoio da Associação Paraibana do Ministério Público (APMP), o Ministério Público da Paraíba (MPPB), em parceria com o Laboratório Analytics, do Departamento de Sistema e Computação, do Curso de Ciência da Computação da Universidade Federal da Paraíba (UFPB), realizará nos dias 21, 22 e 23 de agosto o evento 'Hackfest Contra a Corrupção'. O evento ocorrerá em Campina Grande em local ainda a ser definido.

Hackfest, também referido como hack day ou codefest; É o mesmo que hackathon, termo inglês formado pelos vocábulos to hack (fatiar, quebrar, alterar ou ter acesso a um arquivo ou rede); e marathon (maratona). Termo eventualmente aportuguesado para hackatona, é uma maratona de programação na qual hackers se reúnem por horas, dias ou até semanas, com o objetivo de explorar dados abertos, desvendar códigos e sistemas lógicos, discutir novas ideias e desenvolver projetos de software ou mesmo de hardware. Por ser um evento público, a maratona dá visibilidade e transparência a essas atividades, além de divulgar os novos produtos gerados.

A primeira reunião técnica para a realização do 'Hackfest Contra a Corrupção' foi realizada na tarde desta quarta-feira (6), em João Pessoa, entre o procurador-geral de Justiça, Bertrand de Araújo Asfora, e os professores (cientistas da computação) da UFCG Nazareno Andrade e João Arthur Brunet.

Participaram da reunião o 1º-subprocurador-geral de Justiça do MPPB, Nelson Antônio Cavalcante Lemos; os promotores de Justiça Francisco Seráphico Ferraz da Nóbrega Filho, coordenador da Assessoria Técnica da Procuradoria Geral de Justiça (PGJ), Francisco Bergson Gomes Formiga Barros, presidente da APMP, e Octávio Celso Gondim Paulo Neto, coordenador do Grupo de Atuação Especial Contra o Crime Organizado (Gaeco) e do Núcleo de Gestão do Conhecimento; e o diretor administrativo do MPPB, Marcos Vinícius Cesário.

Presidido pelo procurador-geral Bertrand Asfora, o Comitê de Segurança Institucional (CSI) do MPPB aprovou em fevereiro de 2015 a criação e instalação do Núcleo de Gestão do Conhecimento e Segurança Institucional (NGCSI) – Núcleo de Inteligência, ligado diretamente ao gabinete da Procuradoria Geral de Justiça.

Na última quarta-feira (29), o promotor Octávio Paulo Neto já havia se reunido com os professores Nazareno Andrade, Raquel Lopes e João Arthur Brunet, em Campina Grande, para dar início à parceria entre a UFCG e o MPPB, com o objetivo principal de empoderar a população através da disponibilização de mecanismos de controle das atividades do estado.

“De um lado, o Ministério Público é capaz de fornecer dados importantes sobre essa atividade. O Laboratório Analytics, por sua vez, possui a expertise necessária para agregar e analisar esses dados para produzir conhecimento e aplicações que permitam à população ter uma maior participação no controle do estado. Assim, fazendo uso dos dados e expertise jurídica do Ministério Público e da capacidade científica do Laboratório Analytics, a população pode esperar por soluções tecnológicas para acompanhar as diferentes atividades dos gestores públicos”, explicou, na oportunidade, o promotor Octávio.

Além da realização do 'Hackfest Contra a Corrupção', a parceria entre as duas instituições permitirá que alunos do curso de Ciência da Computação realizem estágios no Ministério Público da Paraíba.



Ascom 
Compartilhe: :

0 comentários:

Postar um comentário