Home » » STIUPB denuncia tentativa de golpe da CAGEPA aos trabalhadores.

STIUPB denuncia tentativa de golpe da CAGEPA aos trabalhadores.


O Sindicato dos Trabalhadores nas Indústrias Urbanas da Paraíba, sindicato que representa os trabalhadores da Companhia de Água e Esgoto da Paraíba (CAGEPA), denunciou em seu site uma tentativa de golpe da CAGEPA aos seus funcionários.

Segundo a matéria, os trabalhadores da CAGEPA foram surpreendidos no dia de hoje (5/07) com a divulgação da proposta da direção da empresa de reajuste salarial de 9,83% dividido em 4 vezes,  com o pagamento da primeira parcela apenas em outubro e terminando em abril de 2017 .

A proposta da empresa, apelidada de “Reajuste Armazém Paraíba”, tem motivado uma grande insatisfação na categoria. Em campanha salarial desde março, somente agora os trabalhadores da CAGEPA receberam uma proposta de reajuste salarial por parte da direção da empresa, e mesmo assim de maneira nada oficial. É o que denuncia o STIUPB.

Segundo Guilherme Barros, diretor do STIUPB, o sindicato e os trabalhadores foram surpreendidos no dia de hoje com a divulgação, através de uma mensagem em Whatsapp (como pode ser visto na imagem), enviada pelo presidente da empresa, Marcus Vinicius, apresentando a proposta da empresa. “O detalhe é que estivemos no dia de ontem (04/07), reunidos por cerca de 7 horas com uma comissão da empresa, composta por José Mota, Diretor de Operação e Simão Barbosa, Diretor de Expansão da CAGEPA, buscando fechar uma proposta para o Acordo Coletivo da categoria, sem obter uma proposta por parte da empresa”, disse Guilherme.

“O curioso também é que a entidade sindical que representa os trabalhadores lotados em João Pessoa já divulgava a proposta da empresa, pouco antes da mensagem enviada pelo presidente da empresa. Isto tem cheiro de golpe”, completa Guilherme.

O STIUPB denuncia a tentativa de golpe, tramada pela Direção da CAGEPA, que fica evidente na ausência, até o presente momento, de uma proposta oficial da empresa e na tentativa de retirada de direitos históricos da categoria, como gratificações por tempo de serviço e o auxílio transporte, direito este garantido pela legislação trabalhista vigente.

Nos próximos dias o STIUPB estará buscando o auxílio do Ministério Público do Trabalho e da Superintendência Regional do Trabalho para mediar as próximas reuniões com a empresa, visto que após este comportamento da direção da empresa a credibilidade das negociações ficou comprometida.



Ascom STIUPB
Compartilhe: :

0 comentários:

Postar um comentário