Home » » Bancários fazem assembleia e podem deflagrar greve a partir da próxima semana.

Bancários fazem assembleia e podem deflagrar greve a partir da próxima semana.


O Sindicato dos Bancários da Paraíba, seguindo a orientação do comando nacional, convocou a categoria para participar de uma Assembleia Geral Extraordinária, nesta quinta-feira (1º), às 19h, na sede da entidade, na Avenida Beira Rio, 3.100, no bairro de Tambauzinho, na Zona Leste de João Pessoa. Em pauta, a avaliação da proposta da Federação Nacional dos Bancos e deliberação pela aceitação ou rejeição dela. Em caso de rejeição, a orientação é aprovar a deflagração da greve por tempo indeterminado, a partir da zero hora da próxima terça-feira (6).

Segundo o Sindicato dos Bancários da Paraíba, a Fenaban se nega a oferecer uma proposta que valorize os profissionais. Após quatro rodadas de negociação com o Comando Nacional dos Bancários, o órgão propôs reajuste de 6,5% no salário, na participação nos lucros e resultados e nos auxílios refeição, alimentação, creche, e abono de R$ 3 mil.

Os bancários da Paraíba argumentam que a proposta não cobre, sequer, a inflação do período, projetada em 9,57% para agosto deste ano e representa perdas de 2,8% para o bolso de cada profissional.

Os eixos centrais das reivindicações são: reposição da inflação do período mais 5% de aumento real; valorização do piso salarial, no valor do salário mínimo calculado pelo Dieese (R$3.940,24 em junho); PLR de três salários mais R$ 8.317,90; combate a metas abusivas, ao assédio moral e sexual; fim da terceirização; mais segurança; melhores condições de trabalho. A defesa do emprego também é prioridade na campanha nacional, assim como a proteção das empresas públicas e dos direitos da classe trabalhadora.

A Fenaban divulgou nota afirmando que a proposta divulgada aos bancários "mostra o empenho dos bancos por uma negociação rápida e equilibrada, capaz de garantir a satisfação e o bem-estar dos empregados do setor em um momento de dificuldades e incertezas na economia brasileira".



Portal Correio
Compartilhe: :

0 comentários:

Postar um comentário