Home » » Para professores e estudantes: Governo lança concurso para curta sobre combate à corrupção.

Para professores e estudantes: Governo lança concurso para curta sobre combate à corrupção.

Estudantes e professores da Rede Estadual de Ensino têm até o dia 9 de setembro para se inscreverem no Concurso “Curta Jovem”, organizado pelo Governo do Estado, por meio da Secretaria de Estado da Educação (SEE). O objetivo do concurso é estimular a comunidade escolar a fazer um curta-metragem, de até 5 minutos de duração, destacando a ética e a cidadania, como forma de refletir e debater sobre a corrupção nos seus mais variados níveis. O filme vencedor poderá ser transformado em vídeo institucional, com possível veiculação na mídia. O edital com todos os detalhes do concurso foi publicado no Diário Oficial do Estado da quarta-feira (10).

Podem se inscrever estudantes, regularmente, matriculados no ensino médio da rede estadual, em qualquer modalidade: regular, normal médio, semi-integral, integral ou médio integral integrado à educação profissional, Educação de Jovens e Adultos (EJA). Os alunos podem ser orientados, ou não, por professores. Eles precisam ter, no mínimo, 14 anos de idade e, em caso de ser menor de idade, deverão ter autorização expressa dos pais ou responsáveis. Os requisitos necessários para o professor participar são: exercer a função de professor, com matrícula ativa e lotado em escola de ensino médio da Rede Estadual de Ensino; e não ter sofrido nenhuma penalidade, por qualquer tipo de ilícito, nos últimos cinco anos. Fica proibida a participação de profissionais em contrato de emergência.

As inscrições podem ser feitas nominalmente pela escola, por meio da abertura de processo na Gerência Regional de Educação (GRE), onde a escola está situada, ou diretamente na sede da Secretaria de Estado da Educação (SEE), tendo como destinatário do processo a Gerência de Ensino Médio, até às 16h30 do dia 09 de setembro. O projeto vencedor vai receber certificado individual para cada um dos participantes cadastrados, assim como para a escola. A obra também será divulgada no portal oficial do Governo do Estado, em veículos de comunicação do Ministério Público, e em outros espaços institucionais com os quais a SEE estabeleça parceria.

De acordo com o secretário de Educação, Aléssio Trindade, será feito um processo criterioso de avaliação dos melhores filmes. “Nós queremos que a ética, a cidadania e o enfrentamento à corrupção sejam um tema que perpasse o nosso currículo para que possamos trazer esse assunto para dentro das nossas escolas e a partir daí a gente construa de fato, por meio da educação, uma sociedade que tenha consciência do mal que é praticar a corrupção”, explicou o secretário.



secom
Compartilhe: :

0 comentários:

Postar um comentário