Home » » Campanha para prefeito de Picuí, uma batalha de gigantes, ou quase gigantes – Por Anderson Eliziário.

Campanha para prefeito de Picuí, uma batalha de gigantes, ou quase gigantes – Por Anderson Eliziário.


A campanha para prefeito de Picuí vem chamando a atenção do Seridó e Curimataú paraibanos, especialmente de companheiros de imprensa. Confira abaixo a análise do jornalista, radialista e blogueiro Anderson Elisiário, residente em Pedra Lavrada.  

Como gostaria de poder escrever sobre essa “batalha épica” que está acontecendo no município vizinho de Picuí. A população picuiense e toda a região, que mesmo existindo suas batalhas locais, procuram não deixar de acompanhar essa incrível batalha de gigantes, ou quase gigantes.

Essa batalha poderia ser astronômica se tivéssemos um embate entre os dois maiores lideres políticos daquela região. Já pensaram se esse confronto fosse entre Buba Germano e Olivânio Remígio? Adversários declarados um está à altura do outro e ninguém em sã consciência pode negar isso. São dois políticos de peso que merecem o reconhecimento de todos os amantes da politica.

O grande problema desse confronto, é que o adversário político de Olivânio não é Buba, mesmo que alguém argumente que ele esteja apoiando o irmão, transferência de votos é uma ciência muito arriscada. Buba, como um ótimo político, sabe bem disso, e seu companheiro Ricardo Coutinho, poderia escrever um livro. Mas, não pensem que se fosse Buba o adversário de Olivânio, nessas eleições, existiria uma batalha fácil para o Deputado. Ela seria bem maior do que a que se apresenta. Mas, não seria fácil.

Olivânio vem usando as redes com maestria, além de ser o líder absoluto da oposição. A campanha de Olivânio começou quando ele se lançou candidato a Deputado, quem pensa que ele perdeu aquela eleição está enganado. Cercou-se dos meios sociais e, não só através deles, buscou se adequar aos novos tempos que vivemos.

Por falar em “novos tempos”, notei que existe uma resistência em aceitar que as mídias sociais estão sendo um grande diferencial em todas as eleições espalhadas pelo Brasil. Fingir que elas não têm peso nessas eleições é o mesmo que mentir pra si mesmo.

Enfim, estou aqui tentando acompanhar uma das eleições mais importantes para nossa região.

Que vença aquele dos votos conscientes. Não os da folia.


Anderson Eliziário
Compartilhe: :

0 comentários:

Postar um comentário