Home » » Em Soledade homem que se vestia de agente penitenciário e usava arma de brinquedo é morto na casa da namorada.

Em Soledade homem que se vestia de agente penitenciário e usava arma de brinquedo é morto na casa da namorada.


Daniel Silva Alves, 32 anos, foi assassinado a tiros dentro de casa na cidade de Soledade, no Agreste do estado, a 165 km de João Pessoa, na noite dessa quinta-feira (22). A vítima usava uma farda de agente penitenciário, mas, segundo o major Sérgio Fonseca, gerente executivo da Secretaria de Administração Penitenciária da Paraíba, o homem nunca pertenceu aos quadros da Seap.

De acordo com o delegado plantonista, Gilson Teles, o crime teria sido praticado por um homem encapuzado que chegou em um veículo branco, desceu do carro e entrou na casa da namorada do homem e atirou nele.

“O suspeito atirou várias vezes no rosto de Daniel Silva, que morreu no local. O rapaz usava uma farda de agente penitenciário e encontramos na cintura dele uma arma de brinquedo. Desconfiamos se realmente era agente por estar portando uma réplica de uma arma”, comentou Teles.

O delegado informou que o homem não tinha passagem pela polícia e familiares informaram que Daniel Silva já prestou serviço ao sistema penitenciário de São Paulo, mas teria sido afastado para tratamento psiquiátrico. A vítima morava no bairro Valentina de Figueiredo, em João Pessoa.

“Estamos com a linha de investigação inicial de crime passional. Mas, apenas o delegado que vai comandar as investigações concluirá o que motivo o assassinato”, disse.

O corpo da vítima foi levado para o Instituto de Medicina Legal (IML) de Campina Grande.


Portal Correio
Compartilhe: :

0 comentários:

Postar um comentário