Home » » Mulher encomendou morte do próprio marido em Natal, diz polícia.

Mulher encomendou morte do próprio marido em Natal, diz polícia.

A vítima foi morta dentro de casa
A Polícia Civil do Rio Grande do Norte anunciou nesta sexta-feira (23) que elucidou o assassinato do comerciante Juarez da Silva, de 59 anos, morto no dia 15 de junho deste ano na comunidade do Leningrado, no bairro Guarapes, na Zona Oeste de Natal. Juarez, que foi morto a tiros dentro de casa, vivia do aluguel de placas de buggy. Segundo a Divisão de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP), o crime foi encomendado pela própria mulher da vítima. Ela teria forjado a invasão da residência do casal e a realização de um falso assalto. Para isso, dois adultos e um adolescente de 15 anos deveriam receber R$ 900. No entanto, o pagamento não foi feito.

Ainda de acordo com a polícia, o adolescente foi quem executou o comerciante. “A investigação descobriu que, no dia do crime, o adolescente levou um Ipad que estava na casa da vítima. Dias depois, ele devolveu o aparelho para a viúva. As investigações prosseguiram e revelaram que a mulher encomendou a morte de Juarez porque ele havia anunciado que iria se separar dela. Assim, ela decidiu simular um roubo para despistar a encomenda do homicídio. O trio de executores subtraiu alguns bens da casa, como eletroeletrônicos. Os objetos foram divididos entre eles”, divulgou a assessoria de comunicação da Polícia Civil.

Na quarta-feira (21), ocorreram as primeiras as prisões. Um deles, de 18 anos, mais conhecido como ‘o matador do Leningrado’, já responde a seis inquéritos na DHPP pela prática de assassinatos. Ele foi detido na própria comunidade do Leningrado. Na casa de um segundo suspeito, preso na cidade de Angicos, os policiais apreenderam duas espingardas. No dia seguinte, foi encontrado e apreendido o adolescente. Já a mulher da vítima, recebeu voz de prisão ao ser intimada a prestar esclarecimentos na sede da DHPP. A prisão dela também aconteceu na quinta-feira (22), quando ela foi à delegacia.

Os detidos estão detidos sob força de mandados de prisão temporária.

O crime
Juarez da Silva foi morto a tiros dentro de casa. O crime aconteceu no dia 15 de junho na comunidade do Leningrado, no bairro Guarapes, na Zona Oeste de Natal.

Segundo o tenente Rodrigo Arruda, do 9º Batalhão da PM, o crime aconteceu por volta das 19h na rua Boa Esperança. A mulher de Juarez contou à polícia que estava chegando em casa quando foi rendida por três homens. Em seguida, os criminosos invadiram a residência do casal. "Ela disse que foi um assalto", informou o tenente.

Ainda de acordo com a polícia, Juarez da Silva vivia do aluguel de placas de buggy. A Divisão de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP) vai investigar o caso.



G1/RN
Compartilhe: :

0 comentários:

Postar um comentário