Home » » Protestos no 7 de Setembro mostram que o brasileiro não quer Michel Temer como presidente do Brasil.

Protestos no 7 de Setembro mostram que o brasileiro não quer Michel Temer como presidente do Brasil.


“O povo brasileiro mostrou neste 7 de Setembro que não reconhece, nem quer, nem aprova o presidente Temer como chefe da Nação. Apesar da grande mídia tentar camuflar as manifestações por todo o país fica impossível não reconhecer que o governo golpista não tem o apoio da ampla maioria da sociedade brasileira que clama por novas eleições”, avalia o deputado estadual Jeová Campos (PSB). Ele se refere as manifestações ocorridas em 25 estados brasileiros e no Distrito Federal nesta quarta-feira (07), Dia da Independência.

Em João Pessoa, como em outros locais, os protestos foram realizados durante o Grito dos Excluídos, ato tradicionalmente realizado por movimentos sociais no 7 de Setembro. Na capital paraibana,  o Grito encerrou o desfile oficial da Independência. “Eu não participei dos protestos em João Pessoa porque estava no sertão, mas pude ver as imagens do ato não apenas daqui mas em outras localidades e fiquei orgulhoso de nossa gente, que foi para a rua brigar por um direito legítimo que é o de escolher seu presidente, de lutar pela democracia e de dizer não a esse golpe sórdido que feriu profundamente nossa Nação”, destaca Jeová.

Além da Paraíba, houve registro de manifestações no Acre, Alagoas, Amapá, Amazonas, Bahia, Ceará, Espírito Santo, Goiás, Maranhão, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Minas Gerais, Pará,  Paraná, Pernambuco, Piauí, Rio de Janeiro, Rio Grande do Norte, Rio Grande do Sul, Rondônia, Roraima, São Paulo, Santa Catarina, Sergipe, além do DF. “Na abertura dos jogos paraolímpicos, o povo brasileiro também gritou, em alto e bom som, que não vai aceitar esse governo ilegítimo. Aquela sonora e prolongada vaia para Temer representa o sentimento da imensa maioria dos brasileiros. Pena as TVs não terem mostrado o episódio”, finaliza Jeová.



ascom
Compartilhe: :

0 comentários:

Postar um comentário