Home » » Mulher morre após ser atropelada ao atravessar rua com família na Paraíba.

Mulher morre após ser atropelada ao atravessar rua com família na Paraíba.

Vítima - imagem da internet
Uma mulher de 30 anos morreu após ser atropelada por um carro no momento em que atravessava a Avenida Dois de Fevereiro, no bairro do Rangel, na zona oeste de João Pessoa, na noite terça-feira (15). Aline do Nascimento Sousa foi atingida por uma caminhonete quando cruzava a via ao lado do marido e com a filha do casal no colo, de apenas oito meses. Aline chegou a ser levada para o Hospital de Emergência e Trauma de João Pessoa, mas não resistiu aos ferimentos e morreu ainda na noite de terça.

O acidente aconteceu em um ponto próximo à praça da Amizade, na conversão para a rua Elias Cavalcante de Albuquerque. De acordo com o condutor do carro envolvido no acidente, Onildo Fernandes, pelo fato da avenida ser mão única, ele não se preocupou em olhar para o sentido contrário ao fazer a manobra e acabou atingindo a mulher.

“Eu olhei e não vinha carro. Quando eu entrei, ouvi o barulho. Foi um negócio de momento. Eu acredito que ela tropeçou e caiu e, na hora que eu ia passando, o pneu passou por cima do braço dela. Porque a gente tirou o carro de cima”, comentou. Ainda de acordo com o condutor, que prestou socorro, se pudesse teria levado Aline Nascimento no próprio carro para o hospital, mas foi recomendado que esperasse o Samu.

Francilino Leite, médico do Samu responsável pelo atendimento, explicou que Aline sofreu um traumatismo praticamente completo na cabeça e deu entrada no Hospital de Trauma de João Pessoa em estado gravíssimo. Após entrar na unidade por volta das 20h40 (horário local), a vítima passou por atendimento de emergência, mas não resistiu e morreu por volta das 23h (horário local). A criança e o marido de Aline não ficaram feridos no acidente.

O Batalhão de Policiamento de Trânsito (BPTran) da Polícia Militar informou que o condutor do carro envolvido no acidente prestou esclarecimentos sobre o ocorrido e não se negou a fazer o teste do bafômetro. Ele seria conduzido ainda na noite de terça para a delegacia para o registro da ocorrência. A poucos metros do local onde aconteceu o acidente, há uma faixa de pedestre e um quebra-molas.



G1
Compartilhe: :

0 comentários:

Postar um comentário