Home » » Picuiense ‘Bode’ e o Pernambucano Marcos Antonio vencem corrida em Campina Grande. Cuiteense vence no feminino.

Picuiense ‘Bode’ e o Pernambucano Marcos Antonio vencem corrida em Campina Grande. Cuiteense vence no feminino.

Atletas Marcos Antonio e 'Bode'
A Prefeitura de Campina Grande realizou, na manhã deste domingo (6), a 4ª Corrida Saúde e Ação, que neste ano contou com a presença de atletas iniciantes, amadores e profissionais de vários estados brasileiros. Esta edição da prova contou com a participação do maratonista Vanderlei Cordeiro de Lima, brasileiro que ficou famoso por ter sido atrapalhado por um ex-padre quando liderava a maratona dos Jogos Olímpicos de Atenas – 2004. Na ocasião ele ficou com a medalha de bronze.

Os participantes disputaram provas com percursos de cinco e dez quilômetros. A saída e a chegada da Corrida Saúde e Ação aconteceram no Parque da Criança.

Na prova, os atletas Marcos Antônio Pereira e Ênio Kleiton de Lima, ambos de Pernambuco, da cidade de Garanhuns, subiram ao pódio nos dez quilômetros masculino, ocupando a primeira e a segunda colocações, respectivamente. Já a terceira posição ficou com o atleta paraibano Cicero Antonio Nascimento, de Esperança.

No feminino, também nos dez quilômetros, venceu a atleta paraibana Sandra Maria Alexandre Silva, de Cuité, enquanto Cristiane Alves Xavier, de Caldas Brandão (Cajá) e Josiana Diniz Ramos (Esperança), pela ordem, ficaram com o 2° e 3° lugares.

Nos cinco quilômetros masculino, a primeira colocação ficou com Adriano José dos Santos, paraibano de Picuí. Jair José da Silva, de Garanhuns-PE, ficou em segundo lugar e Severino Santos de Melo (município de Pilões), com o terceiro posto.

No mesmo percurso, Mary Emanoela, de Campina Grande, Denise da Silva Ferreira (Garanhuns), e Edilene Guedes de Lima, também campinense, pela ordem, foram as três primeiras colocadas, no feminino.

Presença ilustre

A participação especial do maratonista e medalhista olímpico Vanderlei Cordeiro de Lima foi o destaque da Corrida Saúde e Ação. Único latino-americano outorgado com a Medalha Pierre de Coubertin, a maior condecoração de cunho humanitário-esportivo concedida pelo Comitê Olímpico Internacional, ele destacou que a corrida de rua cresce a cada ano no Brasil.

O maratonista comemorou o fato de que o esporte está se massificando em todas as regiões do país.

“Faz uma grande diferença trazer para a cidade e para a comunidade a oportunidade das pessoas buscarem a realização dentro do esporte e também na vida. Vejo o esporte como uma ação muito importante para melhorar a saúde pública do país”, disse Vanderlei Cordeiro.



Portal Correio 
Compartilhe: :

0 comentários:

Postar um comentário