Home » » MPPB participa de mobilização contra a impunidade e a corrupção.

MPPB participa de mobilização contra a impunidade e a corrupção.


Membros dos Ministérios Públicos da Paraíba, Federal e do Trabalho e da Magistratura participaram na tarde desta quinta-feira (01) da mobilização contra a impunidade e a corrupção, no Fórum Cível da Capital. O evento contou com a participação do procurador-geral do Ministério Público da Paraíba (MPPB), Bertrand de Araújo Asfora.

O evento alertou a sociedade sobre a tentativa do Congresso Nacional de paralisar as investigações e operações, em vigor no país, que combatem à corrupção, e de tentar intimidar e inibir a independência do Judiciário e o poder investigatório do Ministério Público.

O procurador-geral, Bertrand de Araújo Asfora, falou da importância do evento que chama atenção do Brasil inteiro e mobiliza diversas áreas da sociedade. “É uma mobilização importante que acontece no Brasil inteiro, e democracia é isso, as manifestações sociais e institucionais são importantes e se colocam em sintonia com o pensamento do povo, em discordância com o que foi aprovado no Congresso Nacional”, disse Bertrand.

"O objetivo maior da mobilização é mostrar a população a nossa preocupação com esta manobra que está em curso no Congresso Nacional contra o projeto de iniciativa popular de combate à corrupção. Nós queremos chamar a população para esta luta e mostrar que o MP e o Judiciário não estão preocupados consigo mesmo, mas com a sociedade, para vedarmos juntos este retrocesso do estado Brasileiro e da nossa democracia", destacou o promotor de Justiça e diretor Jurídico da Associação Paraibana do Ministério Público (APMP), Leonardo Quintans.

A mobilização ocorreu em Guarabira, Sousa, Patos, Campina Grande, com o apoio da Associação Paraibana do Ministério Público e da Associação dos Magistrados da Paraíba.

Os membros do MPPB e da Magistratura chamam a atenção da sociedade civil para a ação realizada pela Câmara dos Deputados, na madrugada da última quarta-feira (30), que desvirtuou o conteúdo original do projeto de lei das 10 medidas de combate a corrupção. A Câmara dos Deputados decidiu modificar o projeto de forma a parar as investigações realizadas no combate à corrupção e criminalizando a conduta dos promotores de Justiça e juízes que atuam nas ações de combate à corrupção.

Participaram ainda da mobilização, o secretário-geral do MPPB, João Arlindo Corrêa Neto, promotores e procuradores de Justiça; juízes federais e estaduais, representante do Ministério Público Federal e da Justiça Federal.



Com Ascom/MPPB
Compartilhe: :

0 comentários:

Postar um comentário