Últimas Notícias

Aguinaldo Ribeiro será novo líder do governo na Câmara dos Deputados.

Aguinaldo Ribeiro aceitou o convite de Michel Temer ainda nesta quinta-feira
O Palácio do Planalto anunciou que o deputado federal Aguinaldo Ribeiro (PP-PB) vai assumir a liderança do governo no lugar de André Moura (PSC-SE). Por meio do porta-voz da Presidência, Alexandre Parola, Temer agradeceu o compromisso de André Moura e disse que o novo líder continuará defendendo a agenda de reformas implementada pelo governo.

Ainda de acordo com o porta-voz, o presidente decidiu indicar o deputado Lelo Coimbra (PMDB-ES) como líder da Maioria na Câmara. Segundo Temer, o parlamentar tem "reconhecida capacidade de trabalho", que será importante para o diálogo com os deputados da base aliada do governo.

"O presidente expressa seu agradecimento pela capacidade de negociação e liderança política manifestada pelo deputado André Moura, atributos que contribuíram para as expressivas vitórias alcançadas pelo governo na aprovação de medidas na Câmara dos Deputados. O novo líder dará continuidade ao relevante papel desempenhado até aqui pelo deputado André Moura, de Sergipe, na defesa da ambiciosa agenda de reformas que é tão necessária à retomada do crescimento do país", disse Parola sobre a liderança de Aguinaldo Ribeiro.

Após o briefing, o Planalto divulgou uma mensagem enviada por Temer a André Moura, agradecendo ao parlamentar pelo trabalho e dizendo que o convocará "muitas vezes a cumprir tarefas importantes para o governo brasileiro".

Deputado federal em segundo mandato, Aguinaldo Ribeiro foi ministro das Cidades no primeiro mandado da presidenta Dilma Rousseff por indicação do PP. Provindo de uma família de políticos da Paraíba, o novo líder foi eleito três vezes deputado estadual e ocupou diferentes cargos no primeiro escalão do estado e da capital, João Pessoa.

Lelo Coimba ocupa é deputado federal desde 2007. Ele foi vice-governador do Espírito Santo entre 2003 e 2006, período em que chegou a acumular os cargos de secretário da Educação e chefe da Casa Civil em diferentes momentos. Está no PMDB, partido do presidente Temer, desde 2005.



Agência Brasil 

Nenhum comentário