Últimas Notícias

Caixa: 5 milhões devem sacar R$ 6 bi do FGTS na primeira leva


Nascidos nos meses de janeiro e fevereiro poderão retirar saldo de contas inativas a partir do dia 10.

A Caixa Econômica Federal estima que um universo de 4,9 milhões de trabalhadores — nascidos nos meses de janeiro e fevereiro — vão retirar o dinheiro de suas contas inativas do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS) em agências e correspondentes bancários, como lotéricas, a partir da próxima sexta-feira (10 de março). O valor total dos saques deve superar os R$ 6 bilhões.

No dia seguinte ao início do pagamento, portanto, no próximo sábado (11 de março), um total de 1.891 agencias da Caixa vão abrir as portas entre as 9h e as 15h especialmente para atender clientes que buscam sacar as contas inativas do FGTS.

De acordo como cronograma de pagamento, os próximos da vez são os nascidos nos meses de março, abril e maio. Eles poderão sacar os recursos a partir do dia 10 de abril.

Ao todo, cerca de 30 milhões de trabalhadores serão beneficiados com a possibilidade de sacar o saldo disponível em 49,6 milhões de contas inativas do FGTS.

O saque de contas inativas é uma exceção aberta pelo governo com o objetivo de estimular a economia neste momento de crise. Quando os trabalhadores pedem demissão ou são dispensados por justa causa, eles não podem sacar o dinheiro que fica na conta do FGTS. A conta continua existindo, mas deixa de receber novos depósitos do empregador.

Pela norma geral, esse dinheiro só podia ser sacado se o trabalhador ficasse três anos, no mínimo, fora do mercado formal de trabalho ou em caso de aposentadoria ou de compra da casa própria. Portadores de doenças graves, como câncer, também podiam sacar. Agora, o governo permitirá a retirada do saldo a todos que saíram do emprego até 31 de dezembro de 2015.



O Globo

Nenhum comentário