Últimas Notícias

Couto recebe apelo de trabalhadores e reafirma voto contra reformas de Temer.


Vários prefeitos, vereadores e representantes sindicais têm recorrido ao deputado federal Luiz Couto (PT-PB) para solicitar dele o voto contrário às reformas da Previdência e Trabalhista, propostas pelo presidente Michel Temer (PMDB). O parlamentar, mesmo antes dos apelos da sociedade organizada, já havia demonstrado sua convicção contra as mudanças e reafirmou, diante da preocupação dos paraibanos, seu voto contra a perda de direitos que seria imposta caso as reformas fossem aprovadas no Congresso.

Em pronunciamento feito nesta terça-feira, 14, na Câmara Federal, Couto citou ter sido procurado pela Prefeita de Barra de Santana, Cacilda Farias Lopes de Andrade, pelos sindicatos dos Trabalhadores Rurais de Barra de Santana, através de seu presidente, Paulo Medeiros Barreto; dos agentes de saúde e de trabalhadores do setor de saúde do município de Barra de Santana; do presidente da Câmara Municipal de Barra de Santana, Josivânio da Silva Felipe, que encaminhou um abaixo assinado contendo 204 subscrições, além da Câmara Municipal de Lagoa Seca, através do presidente, Paulo Costa de Oliveira; do Polo Sindical e das organizações da agricultura familiar da Borborema (POAB) composto pelos sindicatos dos trabalhadores rurais e agricultores e agricultoras familiares da Borborema, dos municípios de Esperança, Remígio, Algodão de Jandaira, Solânea, Arara, Casserengue, Areial, Montadas, Alagoa Nova, Matinhas, Lagoa Seca, Massaranduba, Queimadas, São Sebastião de Lagoa de Roça e de mais 150 Associações Comunitárias e associação de agricultores agroecológicos da Borborema, em documento assinado por Manuel Antônio de Oliveira, Nelson Anacleto Pereira e Nelson Ferreira dos Santos; além do Sindicato dos Trabalhadores Rurais, agricultoras e agricultores de Lagoa Seca que anexou um abaixo-assinado em defesa dos direitos previdenciários, dos agricultores e agricultoras do município de Lagoa Seca com 1730 assinaturas.

O deputado paraibano enfatizou que o governo Temer tem promovido um festival de maldades, crueldades e perversidades contra a maioria do povo brasileiro. Os desmandos começaram com o Golpe que afastou Dilma Rousseff do poder, continuou com a PEC da Morte, que congela os recursos primários por 20 anos e teve novo capítulo com a Reforma da Previdência que o presidente quer aprovar.

Couto garantiu que votará contra e explicou que as maiores perdas com a PEC 287/2016 serão das mulheres, agricultores e agricultoras, os idosos, as pessoas com deficiência, os professores e todos os trabalhadores e trabalhadores. "A maioria dos municípios vão perder recursos da seguridade social da previdência, da saúde e das políticas de proteção social. São mais de 3875 municípios onde hoje circulam recursos da seguridade social, mais do que eles recebem do FPM. Tudo isto está acontecendo e as elites golpistas e conservadoras estão rindo, porque as crueldades não vão prejudicá-las. Elas só ganham".


Ascom do Dep. Luiz Couto

Nenhum comentário