Últimas Notícias

Quadrilha suspeita de roubo a bancos, Correios e carro-forte é presa no RN.

Um arsenal com pistolas, espingardas, grampos para furar pneus e explosivos foi apreendido
A Divisão Especializada em Investigação e Combate ao Crime Organizado (Deicor) prendeu, nesta quinta-feira (9) quatro pessoas e indiciou por novos crimes outras quatro que já estavam presas. Todos os envolvidos são suspeitos de integrar uma quadrilha de roubo a bancos, Correios e carro-forte. Segundo a Deicor, os crimes aconteceram entre 2016 e 2015. Outras cinco pessoas são procuradas pela Polícia Civil.

Ainda segundo a Divisão Especializada, as investigações começaram há seis meses, depois que homens fortemente armados tentaram roubar o dinheiro de um carro-forte que estava estacionado em um supermercado na Avenida Maria Lacerda, na Grande Natal.

De acordo com a Deicor, grupo era composto, em sua maioria, por foragidos da Justiça e integrantes de facções criminosas e funcionava de forma articulada, sendo suspeito por diversos roubos no Rio Grande do Norte e em outros estados.

A polícia descobriu uma granja em São José de Mipibu, na Grande Natal, que servia de esconderijo para parte da quadrilha. Um arsenal com pistolas, espingardas, grampos para furar pneus e explosivos foi apreendido.

O bando costumava se dividir em outros pequenos bandos para ações menores, e segundo a Deicor, usava boa parte do dinheiro dessas ações para comprar drogas e multiplicar o capital. Para os delegados da Deicor, comprovadamente o bando agiu em ao menos dez ocasiões entre 2016 e 2017, mas há outros casos suspeitos que estão sendo investigados.

Segundo o delegado geral da Polícia Civil do RN, Claiton Pinho, as ações da operação Fogo contra Fogo são resultado de investigações integradas entre a Deicor e vários órgãos de forças policiais de diversos estados, através da constante troca de informações.

“Conseguimos prender diversos foragidos da Justiça que participavam de várias células que praticavam ações criminosas não só no Rio Grande do Norte, como também em vários estados. Policiais da Deicor têm trabalhado intensamente para desarticular quadrilhas que vêm realizando assaltos a instituições bancárias e com os resultados de hoje conseguimos enfraquecer essas organizações criminosas, apreendendo uma grande quantidade de armamento, explosivos e veículos roubados”, detalha o delegado geral, Claiton Pinho.



G1

Nenhum comentário