Últimas Notícias

“Se não fosse Lula e Dilma a Transposição não existiria e tê-los na conclusão das obras é uma questão de justiça e mérito” diz Jeová.


Deputado Jeová Campos protocolou requerimento hoje (06) solicitando que a ALPB convide os ex-presidentes Lula e Dilma para participarem de ações alusivas às obras.

O deputado estadual Jeová Campos (PSB) protocolou, nesta segunda-feira (06), o requerimento de Nº 6706/2017, que solicita que a Assembleia Legislativa, em nome do povo paraibano, convide os ex-presidentes da República, Luiz Inácio Lula da Silva, através do Instituto Lula, e Dilma Rousseff, para participarem de visitas técnicas, audiências públicas e entrega das obras de transposição de águas do Rio São Francisco. O documento faz referência especificamente aos trechos do Eixo Norte,  entre Cabrobó (PE) à Barragem de Caiçara, em Cajazeiras (PB) e do Eixo Leste, da Barragem de Itaparica, no Município de Floresta (PE) à cidade de Monteiro (PB).

Para justificar sua solicitação, o deputado argumenta que ‘ a obra física da transposição de águas do Rio São Francisco foi concretamente iniciada pela determinação do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, para que a seca, que sempre castigou o Nordeste, não fosse mais um problema para os habitantes do Semiárido Nordestino e que a ex-presidenta Dilma Rousseff, durante os seus mandatos teve a coragem e a determinação de continuar a execução das obras da transposição’.

“Este empreendimento, que é a maior obra hídrica de infraestrutura do Brasil, que beneficiará mais de doze milhões de pessoas, nos Estados de Pernambuco, Paraíba, Rio Grande do Norte e Ceará, só foi iniciada pela determinação do ex-presidente Lula e teve grande avanço nas gestões de Dilma, de forma que não seria justo que eles não participassem do momento mais importante da ação que é a chegada das águas na Paraíba”, reforça Jeová. 
           
Para o parlamentar, a presença de Lula e Dilma é uma questão de justiça e reconhecimento. “Nos últimos dias, observamos vários políticos do cenário estadual e federal promovendo visitações às obras da transposição, como paladinos da ação e defensores da obra, numa atitude clara e evidente de oportunismo, inclusive pessoas que no inicio foram contra a execução do projeto e quem de fato foi o responsável por concretizar esse sonho, acalentado desde o Império, não tem o devido espaço para ser reconhecido. Acho isso injusto, por isso resolvi fazer essa solicitação”, disse Jeová.

Na opinião do deputado, quem de fato e de direito devem participar de qualquer evento alusivo as obras de transposição de águas do Rio São Francisco, são os ex-presidentes Lula e Dilma. “Se não fossem eles, essa obra não existiria, esta verdade precisa ser dita em qualquer lugar e a todo tempo”, reitera o parlamentar.

                                  

assessoria 

Nenhum comentário