Últimas Notícias

Tesoureiro nega "abalo" à unidade no PMDB.


O tesoureiro do PMDB, Antônio de Sousa, em entrevista à imprensa paraibana, nesta sexta-feira (17), afirmou que jamais houve abalo à unidade partidária comandada pelo senador José Maranhão (PMDB).

Para Sousa os apelos de Lira e de Veneziano para uma renovação na sigla, são apelos isolados.

“Dentro do PMDB dos 12 membros da executiva, apenas dois divergem, até faz parte do regime democrático que possam discordar desse ou daquele entendimento, mas do ponto de vista de estrutura partidária nunca teve abalada não. A executiva tem 12 membros e essa divergência só existe em dois”, disse Antônio de Sousa.

Há poucos dias, Antônio de Sousa, fez circular nos grupos de WhatsApp, cópias do estatuto do partido, que adverte os filiados sobre as penalidades previstas no estatuto, para os que divergem da orientação da legenda.

Entre as atividades proibidas estão as atividade políticas contrária ao regime democrático ou aos interesses do partido e apoiar candidato diverso do adotado órgão partidário competente.

Os filiados que descumprirem o estatuto podem ser destituídos de função em órgão partidário, não tem legenda para disputar cargo eletivo, expulsão ou cancelamento de filiação, entre outras punições.



PB Agora

Nenhum comentário