Últimas Notícias

Baraúnas e Serraria já atingiram mais de 50% do cadastramento biométrico de seu eleitorado.


O Tribunal Regional Eleitoral da Paraíba já cadastrou 13% do eleitorado dos 102 municípios.

O Tribunal Regional Eleitoral da Paraíba (TRE-PB) já cadastrou 13% do eleitorado dos 102 municípios que estão sendo alvos da quinta e última etapa da revisão de eleitores com coletas de dados biométricos.

Esta fase da campanha, que tem como meta habilitar mais de um milhão de pessoas para o novo sistema de votação que identifica o eleitor por meio da impressão digital, teve início no último dia 6 de março e já atendeu 131.842 dos 1.030.201.

De acordo com o coordenador de Eleições do TRE-PB, Fábio Falcão, gestor da campanha, já chega a cinco mil a média diária de atendimento em todas as zonas eleitorais abrangidas pelo cadastramento biométrico na Paraíba.

Segundo ele, com base nos dados apresentados no Painel do Cadastramento Biométrico, divulgado no portal do TRE-PB, até a última quarta-feira houve o registro de 137.647 atendimentos, dos quais 131.842 foram de eleitores que fizeram a revisão com coleta de dados biométricos, o que resultou em 12,80% da meta, que é a de habilitar, até 19 de dezembro, 80% dos 1.030.201 eleitores desses 102 municípios, pertencentes a 36 zonas eleitorais do Estado.

Fábio Falcão disse que, na maioria dos municípios, o eleitorado tem atendido ao chamado da presidente do TRE, desembargadora Maria das Graças Morais, para comparecer ao cartório ou posto de atendimento biométrico para fazer o recadastramento.

Ele alertou aos eleitores de municípios que estão passando pelo cadastramento, mas por algum motivo não residem mais no local, como é o caso de muitos que moram em João Pessoa e Campina Grande e votam em outras cidades, para que transfiram seus títulos para a cidade que está residindo.

“No caso do eleitor trabalhar e residir em João Pessoa, por exemplo, e não possa comparecer ao posto de atendimento biométrico do município em que é eleito, também podem realizar a transferência de seu título para as zonas eleitorais da Capital, através da Central de Atendimento ao Eleitor (Cenatel), que funciona no bairro de Tambiá, no Fórum Eleitoral”, orientou.

O coordenador também destacou que o comparecimento massivo do eleitor nestes primeiros meses do ano, evita as grandes filas, que acontecem principalmente por estes eleitores deixarem apenas para o final do ano, quando o tempo é curto e desfavorece a agilidade no atendimento.

Ele ressaltou que já foram habilitados para biometria mais de 130 mil eleitores nas zonas eleitorais que passam por revisão em todo o Estado.

Os municípios Baraúnas e Serraria já atingiram mais de 50% do cadastramento de seu eleitorado.

Nos demais, segundo ele, deve ocorrer de forma gradativa, à medida que se intensificar o atendimento, com instalação de mais de um posto de atendimento, além do que funciona em caráter permanente nas sedes das Zonas Eleitorais.



JPOnline

Nenhum comentário