Últimas Notícias

Governo do Estado distribui sementes com 64 mil agricultores.

Imagem ilustrativa
O Governo da Paraíba, por meio da Secretaria de Estado do Desenvolvimento da Agropecuária e da Pesca (Sedap), está realizando em todas as regiões a distribuição de  295 toneladas  de sementes de milho, 140 toneladas de feijão vigna, 30 toneladas de feijão phaseolus, 50 toneladas de sementes de sorgo e 20 toneladas de sementes de arroz tropical. A distribuição está sendo realizada nos municípios de acordo com o calendário agroclimático de chuvas nas regiões.

Ao todo, 535 toneladas serão distribuídas para a Safra 2016/2017, que teve início em março e vai até junho/2017. Para isso, o Governo do Estado alocou recursos da ordem de R$ 4,5 milhões do Fundo de Combate e Erradicação da Pobreza do Estado da Paraíba (Funcep), atendendo nesta safra a 64 mil agricultores nas regiões do Sertão, Cariri e Brejo. Preferencialmente, estão sendo beneficiadas as famílias aderidas ao Programa Garantia Safra.

Em cada região as sementes serão distribuídas para os municípios e os escritórios da Emater-PB serão responsáveis pela entrega diretamente aos agricultores, juntamente com um grupo de técnicos da Gerência de Abastecimento e Pesca da Sedap, além de uma comissão designada para proceder o recebimento e distribuição das sementes pelos agricultores.

Cada agricultor poderá receber em média 10 quilos de milho e cinco de feijão vigna e/ou phaseolus, 10 quilos de sementes de sorgo e 40 quilos de arroz, isso limitado ao plantio de até um hectare, podendo o volume variar de acordo com a realidade e o perfil do produtor e do município, cabendo ao técnico responsável pela distribuição fazer justificativa.

“O Governo do Estado vem incrementando o programa em cada safra. Este ano, independentemente da crise, fizemos um investimento de quatro milhões e meio porque entendemos a importância da semente para o agricultor paraibano. Essa ação contempla cada momento vivenciado nas regiões do estado. As condições climáticas no estado são diferenciadas e isso fez com que o governo fizesse esse grande esforço para distribuir as sementes no momento certo relacionados as chuvas”, destaca Rômulo Montenegro, secretário da Sedap.

Serviço – No ato do recebimento das sementes, o beneficiado deverá apresentar documento de identificação pessoal (RG/CPF), assinar declaração comprovando o recebimento dos quantitativos recebidos e identificando a propriedade rural.



Secom

Nenhum comentário