Últimas Notícias

Parque Ecológico em Picuí é interditado por órgãos competentes.


O que já foi lixo virou luxo, desabou duas vezes e foi entregue pela antiga gestão ao governo do atual prefeito de Picuí Olivânio Remígio em péssimo estado. Esse é um rápido histórico que se tem a apresentar quando se fala do Parque Ecológico Cultural Fausto Germano, localizado na saída para Carnaúba dos Dantas - RN, que foi entregue a atual gestão abandonado e com graves problemas estruturais no auditório do local e salas de atividades, incluindo na lista os banheiros quebrados, más instalações elétricas, parque infantil deteriorado, forro de gesso rachado e telhas prestes a cair o tempo todo.

Isso sem citar que a obra milionária teve investimento público e privado, prometendo ser uma estrutura que viesse ser multifuncional. Porém, a forma com que o equipamento público foi entregue ao prefeito Olivânio, é a prova mais clara do descaso deixado por governos passados para ‘estourar’ nas mãos do atual gestor.

A prova é tanta que órgãos de segurança condenaram as instalações e aconselharam a interdição do local, sendo eles o CREA – PB e o Corpo de Bombeiros da cidade de Campina Grande, que vieram in loco, para averiguar o local.

“Essas pessoas que estão se lamentando do parque ecológico, coloque seus filhos lá, porque não vou arriscar a vida dos que utilizam o local”, disse o prefeito Olivânio em entrevistas no início do ano, destacando que o local será reformado futuramente. Os problemas grotescos encontrados no local não serão solucionados em cem dias, isso levará bem mais tempo, pois é preciso pôr a casa em ordem da tamanha bagunça encontrada.


O vídeo produzido no local por um vereador de, agora, oposição está pondo em xeque a fidelidade do mesmo ao seu grupo político, pois está mostrando a forma com que o prefeito Olivânio recebeu o equipamento público. Se fosse para reformar o local com o mesmo tipo de material utilizado para a construção dos locais que desabaram e outros que ameaçam desabar, o parque ecológico seria reformado em uma semana. Porém, como se pensa na segurança do povo que frequenta o local e o dinheiro público precisa ser bem investido, levará mais tempo.



Imagens feitas por agentes do corpo de bombeiros da Paraíba.


redação

Nenhum comentário