Últimas Notícias

Paraíba é destaque em evento nacional de confeitaria.


Missão técnica levou 17 empreendedores da área para a Brasil Cake Show, realizada entre os dias 24 e 26 de abril em Salvador (BA).

A Paraíba foi um dos destaques durante a Brasil Cake Show, realizada entre os dias 24 e 26 de abril em Salvador (BA). Dois projetos do confeiteiro João Filho, de Patos, ficaram entre os dez melhores do 5º Congresso e Concurso Internacional de Confeitaria Artísticas promovido durante o evento nas categorias “Bolo de Casamento” (prata) e “Bolo Infantil” (bronze).  O Brasil Cake Show é considerado o maior na área de confeitaria artística do país e reuniu artistas do açúcar, profissionais cake designers, palestrantes, expositores e congressistas de diferentes estados e países.

João Filho (foto), foi um dos 17 empreendedores que participaram da missão técnica do projeto de Encadeamento Produtivo Moinho Dias Branco, parceria do Sebrae com o grupo M. Dias Branco, para a Brasil Cake Show. “Esta foi a primeira vez que participei de um congresso e de um concurso. Não esperava ser premiado. O evento reúne profissionais renomados e trabalhos de grandes profissionais. O evento, como um todo, foi um grande presente. Estar entre os dez melhores e ser reconhecido por grandes nomes da área, me deixou muito feliz”, disse o cake designer.

Microempreendedor individual, João Filho faz parte do grupo de 80 pequenos negócios do setor de transformadoras de farinha da Paraíba que integram o projeto de Encadeamento Produtivo Moinho Dias Branco. Ele explicou que a decisão de fazer parte da ação foi motivada pela competência e responsabilidade do Sebrae com os pequenos empreendedores. “Tenho certeza que o projeto M. Dias Branco veio para abrir portas e ser um divisor de águas na minha empresa. Através de parcerias com instituições como Sebrae e de grandes empresas, como o M. Dias Branco, nós, confeiteiros, teremos uma grande oportunidade de sermos mais valorizados e chegarmos cada vez mais longe”, destacou.

De acordo com a gestora do Projeto de Encadeamento Produtivo do Sebrae Paraíba, Elianete Paiva, o resultado da missão foi bastante positivo. “Esta foi a nossa primeira missão técnica com o grupo do projeto de Encadeamento Produtivo Moinho Dias Branco e já conseguimos trazer este reconhecimento para Paraíba. Foi uma ótima experiência tanto para os participantes quanto para nós do Sebrae e a equipe do Moinho Dias Branco”, disse a gestora.

Formado em serviço social, o cake designer, de 29 anos, se dedica à arte de confeitaria desde muito jovem. “Me interessei pela área acompanhando desde pequeno a minha tia que trabalhava com arte em açúcar. Aos 12 anos, fiz o meu primeiro projeto, mas tive que dar uma pausa para trabalhar com carteira assinada e estudar. Aos 22 anos, voltei a trabalhar exclusivamente como confeiteiro. Comecei vendendo de porta em porta brigadeiros e cupcakes. Há cinco anos me formalizei como MEI e tenho conseguido ampliar cada vez mais o mercado, tanto em Patos quanto na região”, disse João Filho.

Para ele, é importante que os profissionais da área se unam para lutar por direitos e buscar a regulamentação da profissão. “Precisamos nos ajudar cada vez mais e aderir a projetos que agreguem forças”, ressaltou. Ele destacou como diferencial do seu negócio a inovação e a criatividade. “É importante buscar atender os sonhos dos clientes, o que eles esperam para suas festas, seja de casamento, batizado, aniversário. É uma busca diária para fazer melhor, mais bonito e gostoso todos os dias”, disse o confeiteiro.

Projeto de Encadeamento Produtivo Moinho Dias Branco
O projeto de Encadeamento Produtivo para Empresas Transformadoras de Farinha da Paraíba vai investir, até 2019, cerca de R$ 1,3 milhão em ações de consultoria e capacitação. De acordo com Elianete Paiva, a iniciativa vai beneficiar diretamente micro e pequenas empresas de panificação e distribuidoras do segmento, além de microempreendedores individuais que atuam em atividades como a fabricação de bolos, biscoitos, salgados, pães caseiros, massas, pizzas, entre outras.

“O projeto é focado em indústrias formalizadas, sejam elas microempreendedores individuais, microempresas ou pequenas empresas. As empresas selecionadas passarão por um processo de diagnóstico, em que serão avaliadas as suas necessidades e as ações adequadas para seu posicionamento no mercado”, disse a gestora.

A parceria do Sebrae com o grupo M. Dias Branco vai possibilitar a união das competências e conhecimentos do Sebrae e do grupo empresarial em favor dos pequenos negócios. “O Sebrae vai oferecer capacitações na área de gestão, inovação e competitividade, além de promover missões técnicas em feiras, eventos e empresas. Já o M. Dias Branco vai disponibilizar o seu conhecimento técnico e de mercado”, destacou.

O projeto “Transformadores de Farinha" faz parte do Programa Nacional de Encadeamento Produtivo do Sebrae, que atua promovendo a inserção de pequenos negócios em cadeias de valor de grandes empresas, por meio de relacionamentos cooperativos de longo prazo e que tragam benefícios para ambas as partes.


Ascom

Nenhum comentário