Últimas Notícias

PT escolhe Anísio Maia para mudar os rumos do partido.


O deputado estadual Anísio Maia foi eleito o novo presidente do Partido dos Trabalhadores na Paraíba, durante Congresso Estadual realizado no hotel Ouro Branco, em João Pessoa, neste sábado, dia 06. O petista foi eleito por unanimidade pelos 126 delegados e delegadas presentes ao evento “Foi o Congresso da verdadeira militância contra a viciada burocracia partidária. A base do PT escolheu meu nome para expressar um forte desejo de mudanças no partido”, afirmou.

“É importante destacar a participação de petistas de todas as regiões do estado e dos mais diversos movimentos sociais, do campo e da cidade. Tivemos a presença da juventude e de filiados históricos”, comemorou Anísio Maia.

A vice-presidente do partido, Giucélia Figueiredo, afirmou que “com Anísio na presidência, o PT se reencontra com sua própria história. Não é possível continuar repetindo os mesmos erros da atual direção, que vai levando nosso partido para cada vez mais longe de nossa base social. Os trabalhadores e trabalhadoras precisam de um PT combativo.”

O deputado estadual Frei Anastácio também festejou o resultado: “Quero parabenizar o Congresso pela qualidade do debate, construtivo, de unidade e de mudança. Entre os muitos nomes que tínhamos disponíveis, escolhemos o nome do companheiro Anísio Maia para este momento tão importante da história do PT”.

Já o deputado federal Luiz Couto ressaltou que a atual conjuntura exige do PT uma nova postura: “Temos uma pauta golpista contra os direitos dos trabalhadores e para enfrentar esta conjuntura precisamos mudar o PT e isto passa por fortalecer nossa vinculação com os movimentos sociais. Precisamos sair da burocracia e dos gabinetes e ficarmos cada vez mais antenados com a juventude e com a classe trabalhadora”.

“Na chapa da antiga direção estão presentes um funcionário do PRB e um ex-cargo de confiança do prefeito de Campina Grande, do PSDB. Isto é inaceitável em um partido como o PT. Não haverá nenhuma unidade ou conciliação com aqueles que foram os responsáveis pelas grandes derrotas que o PT sofreu recebeu recentemente,” afirmou Anísio Maia.

Tentativa de golpe

Descumprindo uma decisão judicial, a atual direção do PT - representada por Charliton Machado, Rodrigo Soares e Jackson Macedo - decidiu descredenciar 12 delegados dos 120 eleitos pela chapa Muda Partido. “Lutamos contra um golpe lá fora e agora temos que enfrentar golpistas dentro do PT também. Mesmo sabendo que não poderiam descumprir uma decisão judicial, a atual direção, em um ato desespero, realizou um congresso paralelo. Que nome damos a isto senão tentativa de golpe? Este é o mesmo grupo que, desde o mensalão, colocou o PT em todos os escândalos. Parece que não aprenderam nada. Para eles está tudo bem e o PT não precisa mudar”, concluiu o presidente Anísio Maia.



ascom

Nenhum comentário