SAÚDE

Municípios paraibanos podem ofertar vacina contra gripe à população em geral após atingir meta.


A vacina contra a gripe será ofertada para a população em geral apenas nos municípios que atingiram a meta de cobertura vacinal de 90% dos grupos prioritários. Isso ficou acertado durante reunião entre a Secretaria de Estado da Saúde (SES) e o Conselho de Secretários Municipais de Saúde da Paraíba (Cosems), em Campina Grande, nesta segunda-feira (5) à tarde, com a ressalva de que a vacinação para as demais pessoas vai depender do estoque disponível na Secretaria Municipal de Saúde. Já para os municípios que ainda não atingiram a cobertura vacinal, o recomendado é continuar a vacinação contra influenza voltada para o público alvo já definido até 9 de junho.

De acordo com definição do Ministério da Saúde, o público alvo é formado por indivíduos com 60 anos ou mais de idade, crianças na faixa etária de 6 meses a menores de 5 anos de idade, gestantes, puérperas, trabalhadores da saúde, os povos indígenas, grupos portadores de doenças crônicas não transmissíveis e outras condições clínicas especiais, os adolescentes e jovens de 12 a 21 anos de idade sob medidas socioeducativas, a população privada de liberdade e os funcionários do sistema prisional e os professores das escolas públicas e privadas.

“Os municípios que ainda não atingiram a meta é importante que continuem realizando a busca ativa dos não vacinados incluídos nos grupos prioritários, a fim de que tenhamos uma cobertura adequada em todo estado”, disse a chefe do Núcleo de Imunização da SES, Isiane Queiroga.

A vacinação contra influenza mostra-se como uma das medidas efetivas para a prevenção da influenza grave (Síndrome Respiratória Aguda Grave), cujo objetivo é reduzir as complicações, as internações e a mortalidade decorrentes das infecções pelo vírus da influenza, na população alvo para a vacinação.

Na Paraíba, entre os públicos-alvo, até o momento, a população indígena registra a maior cobertura vacinal: (99,16%), seguido pelas puérperas (82,35%), idosos (82,02%), Trabalhador de saúde (79,48%) e gestantes (76,31%). Os grupos que apresentam menores coberturas são: professores (58,22%) e crianças (67,7%). Além desses grupos foram aplicadas 128.160 doses nos grupos de pessoas com comorbidade, população privada de liberdade e funcionários do sistema prisional.

Na Paraíba, a população a ser vacinada é de aproximadamente 1.070.000 pessoas, de acordo com o informe técnico do Ministério da Saúde. O estado recebeu 1.177.000 doses da vacina e foi encaminhado aos municípios o quantitativo de doses estimado por grupo prioritário.



Secom 

Sobre ClickPicuí

Radialista profissional, blogueiro e editor chefe do ClickPicuí.

0 comentários:

Postar um comentário

Tecnologia do Blogger.