Política

Sessão da Câmara Municipal de Cuité termina em tumulto nesta 5ª.


Mais uma vez a Câmara Municipal de Cuité, Curimataú paraibano, volta a ser palco de confronto entre situação e oposição. Na noite desta quinta-feira (01), a sessão que seria dedicada a uma prestação de contas da Secretaria de Saúde do município terminou em tumulto. A secretária Moniely Alencar não compareceu à sessão e a prestação de contas seria feita por auxiliares da secretária.

Acontece que a sessão sequer começou. De acordo com vereadores da oposição – maioria na Casa Legislativa – a sessão solicitada pela secretária não foi realizada em cumprimento a Lei Complementar nº 141/2012 que obriga o próprio gestor local do Sistema Único de Saúde (SUS) a ser o responsável pela apresentação dos dados financeiros oficiais. A secretária, segundo os parlamentares, não teria apresentado uma justificativa para a sua ausência.

Já aliados do prefeito Charles Camaraense (PSL), o qual também estava presente na sessão, alegam que a ordem para não realizar a sessão teria partido da ex-prefeita Euda Fabiana (PMDB) por meio de um telefonema ao presidente da Casa de Manoel Felipe dos Santos, vereador Geraldo Leite (PSDB). O parlamentar teria acionado, sem querer, o viva-voz do seu celular no momento da ligação e alguns presentes ouviram a determinação da suspensão da sessão.

Com as explicações de ambas as partes, a sessão foi encerrada e a Câmara Municipal foi fechada, deixando a população, o prefeito e o seu vice do lado de fora. Com os ânimos exaltados, populares se revoltaram e usaram palavras de ordem contra a atitude do presidente de mandar fechar as portas da Casa do Povo. Um carro de som foi usado pelo prefeito e vereadores da sua base para expor a indignação diante do ocorrido. A prestação de contas deverá acontecer em outro momento.



Do POLITICANDOPB

Sobre ClickPicuí

Radialista profissional, blogueiro e editor chefe do ClickPicuí.

0 comentários:

Postar um comentário

Tecnologia do Blogger.