Polícia

VERGONHA: TJPB deve decidir em audiência de custódia se prefeito de Bayeux será afastado do cargo.

O Tribunal de Justiça da Paraíba (TJPB) deve decidir, durante audiência de custódia nesta quarta-feira (05), se o prefeito de Bayeux, Berg Lima, preso em flagrante nesta tarde, vai ficar preso ou responder em liberdade, e se vai ser afastado do cargo. O delegado titular da Delegacia de Defraudações e Falsificações (DDF), Lucas Sá, disse que Berg Lima já vinha sendo investigado há mais de um mês, depois que um fornecedor denunciou a prática de extorsão pelo gestor.  

“Em face de ser um prefeito em exercício e ter o foro privilegiado, a audiência de custódia é feita pelo Tribunal de Justiça”, disse. “Já está sendo feito o pedido de afastamento imediato”, frisou o delegado.

Lucas Sá disse que não sabe, ainda, se há mais pessoas envolvidas com o esquema.

O delegado contou que o comerciante, vítima do prefeito, denunciou à Delegacia de Defraudações e Falsificações (DDF) que estava sendo coagido a repassar valores para a atual gestão, para poder receber os pagamentos de licitação realizada na gestão anterior. O fornecedor venceu licitação em julho do ano passado para fornecimento de alimentação para a rede de saúde de Bayeux. Mas o prefeito se negou a pagar e, depois, fez a proposta ao comerciante sobre o pagamento. “Os valores eram solicitados a título de propina mesmo”, disse o delegado Lucas Sá.


Da gestão passada, restaram R$ 77 mil a serem pagos pela atual gestão, informou a polícia. A primeira cobrança de valores indevidos aconteceu em abril deste ano, segundo as investigações. O prefeito teria liberado um pagamento de R$ 15 mil, contanto que o fornecedor pagasse R$ 5 mil para o prefeito. Como havia muitos pagamentos e a licitação ainda está em andamento, o comerciante resolveu denunciar o fato à polícia.

O Gaeco participou da investigação fornecendo o equipamento de filmagem e dos procedimentos junto ao Tribunal de Justiça da Paraíba, já que o prefeito tem foro privilegiado.

Por volta das 14h40, o prefeito chegou ao estabelecimento, em Bayeux, para receber o dinheiro do fornecedor, e foi quando o prefeito foi filmado e preso em flagrante.

Berg Lima foi filmado no local em que seria entregue a propina, um valor de R$ 3.500,00, referente a liberações de pagamento anteriores pela prefeitura de Bayeux, e hoje ele iria conversar sobre liberações futuras.  Até o presente momento o prefeito teria recebido R$ 8 mil do fornecedor que denunciou o esquema.

De acordo com a Polícia Civil, existem informações de que essa é uma prática comum em Bayeux, mas o delegado disse que é preciso que haja outras denúncias para haver a comprovação.



ClickPB

Sobre ClickPicuí

Radialista profissional, blogueiro e editor chefe do ClickPicuí.

0 comentários:

Postar um comentário

Tecnologia do Blogger.