Últimas Notícias

Acidente de trem deixa 23 mortos e 40 feridos na Índia.


O governo da Índia considerou encerradas as operações de resgate no local onde um descarrilamento de trem deixou pelo menos 23 mortos e 40 feridos na tarde deste sábado.

"As operações de resgate foram concluídas, todos os feridos foram transferidos ao hospital. Agora começará o trabalho de reconstrução", declarou pelo Twitter o ministro de Ferrovias, Suresh Prabhu.

O acidente ocorreu por volta das 17h30 (hora local; 9h em Brasília) em Muzaffarnagar, quando saíram da via cerca de seis vagões de um trem da Kalinga Utkal Express, que procedia da cidade oriental de Puri, indicou à Agência Efe uma fonte dos serviços de resgate que pediu o anonimato.

No último balanço, antes do encerramento dos trabalhos de resgate, a polícia de Uttar Pradesh contabilizou 23 mortos e 40 feridos pelo descarrilamento.

O primeiro-ministro indiano, Narendra Modi, e o presidente, Ram Nath Kovind, expressaram pesar pela tragédia em suas respectivas contas no Twitter, onde manifestaram apoio às famílias das vítimas.

Em janeiro, 29 pessoas morreram e 50 ficaram feridas após o descarrilamento de um trem no estado de Andhra Pradesh. Em novembro, outro acidente ferroviário terminou com 146 mortos e cerca de 200 feridos no norte do país.

A rede ferroviária indiana, com 65 mil quilômetros de percurso, é a quarta mais longa do mundo, atrás apenas de Estados Unidos, Rússia e China, e conta com 1,3 milhão de empregados e 12,5 mil trens, que transportam diariamente cerca de 23 milhões de passageiros.

Segundo um estudo divulgado pelo Ministério de Ferrovias, o investimento em segurança é fundamental no sistema ferroviário indiano, onde na última década aconteceram 1.522 acidentes, nos quais morreram 2.331 pessoas.


G1

Nenhum comentário