Últimas Notícias

Lula visita Campina Grande neste domingo em ato no Parque Bodocongó e segue com destino a Picuí.


O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT), visita neste domingo (26) a cidade de Campina Grande em ato público, com discurso programado para iniciar às 10h da manhã, no Parque Bodocongó.

Será o segundo ato do ex-presidente como parte da caravana pelo Nordeste em celebração à democracia, a Transposição do Rio São Francisco e em defesa do ex-presidente, réu na Lava Jato.

Após sair de Campina Grande, Lula passará por Picuí, no Seridó paraibano, para então seguir para o Rio Grande do Norte.



Para o presidente do PT da Paraíba, o ato em Campina Grande deve ser maior que o ocorrido neste sábado (26) em João Pessoa.

 "O ato de João Pessoa cumpriu todas as expectativas não só com a presença ilustre do presidente Lula mas também com vários deputados federais, senadores do PT, lideranças nacionais do PT, estudiosos e o governador Ricardo Coutinho. A caravana mostrou a força do presidente Lula. Em Campina Grande o ato será ainda maior, porque se esperam as caravanas de todas as regiões do Estado", explicou.

Ato em João Pessoa

Lula recebeu o título de cidadão pessoense, entregue pelo vereador Marcos Henriques (PT), proposto pelo falecido vereador Júlio Rafael. Segundo Henriques, Lula é semelhante ao pessoense, "um povo guerreiro, que vai à luta, que arregaça as mangas e nunca baixa a cabeça".

O ex-presidente também diversas homenagens e palavras de apoio de diversos parlamentares, a exemplo de Luiz Couto (PT). Entre os parlamentares presentes, estavam os Senadores Lindhberg Farias (PT-RJ) e Fátima Bezerra (PT-RN), assim como os deputados estaduais petistas Frei Anastácio e Anísio Maia, o vereador Marcos Henriques, o presidente da Assembleia Legislativa, deputado Gervásio Maia (PSB), a deputada Estela Bezerra (PSB) o vereador Tibério Limeira (PSB) e o Governador Ricardo Coutinho (PSB).

Lula falou por mais de quarenta minutos e afirmou que o título de cidadão pessoense não é para ele, mas para o povo brasileiro, porque "sem o povo não teria feito nem 10% do que fez pelo país". Ele desafiou a todos os que o estão investigando na Lava-Jato a encontrar qualquer coisa errada em sua vida, porque ele viria dar satisfação ao povo pessoense, agora que é cidadão da cidade.

Ele contou sua trajetória desde criança, saindo do Nordeste para não morrer de fome e suas inquietações em relação à pobreza da região. "Eu estava cansado de ver no jornal o Nordeste aparecer apenas para mostrar a seca (...) Quando assumi a presidência, resolvi que eu iria dar um jeito no Nordeste. (...) E aí nós começamos a trazer benefícios para o Nordeste, porque o Estado precisa ser um indutor de desenvolvimento e incentivar que as atividades e empresas venham para a região", disse.

O ex-presidente defendeu ainda o empoderamento das mulheres e a regulação da mídia brasileira.



ClickPB

Nenhum comentário