Últimas Notícias

Sorveteria sem funcionários na PB permite que clientes paguem e peguem troco.


Uma sorveteria na cidade de Areia, no Brejo da Paraíba, aposta na honestidade ao deixar clientes pagarem como querem os sorvetes consumidos. O sistema adotado pela proprietária Dilene Marques funciona da seguinte maneira: o cliente coloca a própria porção, pesa, paga e pega o troco, caso seja necessário.

Na sorveteria existem duas caixinhas. Uma onde para depositar o dinheiro do pagamento e a outra para retirar o troco. Uma balança ao lado serve para o cliente pesar o próprio sorvete. No local também não tem câmeras de segurança.

"O nosso negócio é voltado para o lado da honestidade do ser humano. Estamos passando um momento muito difícil no nosso país e quando as pessoas chegam e veem essa ideia ficam todas surpresas", declarou Dilene.


Segundo a proprietária, até o momento eles não tiveram prejuízo. "As contas estão sempre batendo, graças a Deus. O pessoal não está usando de má fé", disse.

Bruna Darlyn, que é vendedora na cidade de Areia, conheceu o empreendimento e disse que além de achar a ideia bastante interessante, o sorvete é muito gostoso. "Isso é algo que deve ser copiado. Achei o picolé e o sorvete uma delícia. Além de tudo, fiquei sabendo que eles são fabricados aqui mesmo na cidade", revelou.

Na última semana, 120 crianças de uma escola visitaram o local que praticamente virou um ponto turístico da cidade. A empresária conta que os professores estavam aproveitando para ensinar matemática no momento de fazer as contas do troco.


"A procura está sendo muito grande. Escolas estão vindo fazer aula de campo aqui. Mas o engraçado mesmo é a cara dos hospedes do hotel quando conhecem a ideia'', afirma Dilene.

O dinheiro do apurado só é recolhido no fim do dia pela proprietária. Apesar de ser recente o empreendimento, cerca de 600 pessoas já passaram pela experiência de tomar sorvete por lá.


G1

Nenhum comentário