Últimas Notícias

Tião Gomes perde o comando do PSL para Lucas de Brito na Paraíba. Deputado vinha reclamando da nova linha ideológica adotada pela sigla.

Tião Gomes faz críticas aos jovens do partido
O deputado estadual Tião Gomes não comanda mais o PSL (Livres) na Paraíba. Ele foi destituído pela direção nacional do partido, que escolheu o vereador de João Pessoa, Lucas de Brito, para o cargo. Os dois vinham há alguns dias trocando farpas internamente e por meio da imprensa. O deputado dizia não concordar com as novas linhas programáticas propostas para o partido, que, além da mudança do nome, quer adotar o liberalismo como bandeira. Durante embate, nesta semana, Tião chegou a desafiar “os meninos buchudos” do partido a tomarem o posto de comando dele. Na oportunidade, o parlamentar alegou que o movimento “Livres” não tinha maioria na agremiação.

Entre os argumentos alegados pela direção nacional para a mudança na Paraíba está a falta de organização nos diretórios municipais. Depois de 12 anos de comando de Tião Gomes no Estado, praticamente todos os diretórios na Paraíba ainda são constituídos por comissões provisórias. Há especulações de que o também vereador Tiago Lucena deixará o PMN para se filiar ao Livres. Caso isso ocorra, ele deverá assumir o comando do partido em João Pessoa. A negociação ainda não se tornou oficial.

Apesar de ter assumido o partido em momento de turbulência, Lucas de Brito diz não querer indisposição com Tião Gomes. “Vamos conversar com Tião para que ele continue contribuindo com o PSL. O processo de oxigenação é natural na política. Vários partidos vivem sem alternância de poder, mas ela é republicana. O livres mostra que quer fazer a diferença na política brasileira”, disse Lucas, lembrando problemas referentes ao excesso de tributos no Brasil, “com leis forjadas para tomar o dinheiro do cidadão”. “O estado brasileiro, podemos dizer, rouba o cidadão e não dá praticamente nada de retorno”, enfatizou.

Lucas explicou que o Livres é um movimento de renovação do partido, puxada pela juventude. Essa renovação já aconteceu em nove estados antes da Paraíba. “Quando tivermos mais de 14 estados, vamos realizar convenção nacional para mudar o nome do partido. A sigla tem, atualmente, na Paraíba, 52 vereadores, três prefeitos e dois deputados. O blog não conseguiu contato com Tião Gomes.



*Suetoni Souto Maior

Nenhum comentário