Últimas Notícias

Educação profissional integrada ao setor produtivo.


Na região do Seridó Paraibano o setor mineral possui um potencial de absorção de força de trabalho para a área de mineração. Portanto, com o objetivo de dinamizar as aulas do curso Técnico em Mineração da Escola Estadual Pe. Jerônimo, e a aprendizagem profissional, aproximando os estudantes da realidade que irão enfrentar no futuro, de maneira qualificada, fortalecendo e consolidando o ensino profissionalizante oferecido pela escola, por meio do Projeto: CONHECENDO A CADEIA PRODUTIVA DE BASE MINERAL DO MUNICÍPIO DE SANTA LUZIA E CIDADES CIRCUNVIZINHAS POR MEIO DA ARTICULAÇÃO E INTEGRAÇÃO COM O SETOR PRODUTIVO DA REGIÃO estão sendo realizadas visitas técnicas as empresas de mineração localizadas no município de Santa Luzia e cidades circunvizinhas, integrando a educação profissional oferecida pela escola ao setor produtivo da região, fortalecendo o vínculo escola/empresa.

Nesta quinta-feira, 28 de setembro de 2017, os alunos estiveram na cidade de Junco do Seridó, na ocasião puderem dialogar com empresários do setor, conhecer a cadeia produtiva de base mineral do município, desde a lavra, passando pelo beneficiamento até a comercialização do caulim principal substância explorada.

Segundo o Professor Pádua, orientador do projeto, o Art. 36 §6º da lei da Lei no 9.394, de 20 de dezembro de 1996, determina que os sistemas de ensino devem implementar vivências práticas de trabalho no setor produtivo, estabelecendo parcerias e fazendo uso de instrumentos estabelecidos pela legislação sobre aprendizagem profissional, conforme previsto no Artigo 11 do Decreto nº 2.208, através de procedimentos, certamente ágeis, eficientes e desburocratizado. “ Por isso, a realização deste projeto está sendo de extrema importância, pois aproxima os estudantes da sua realidade, e mais do que isso, a articulação entre a escola e o setor produtivo da região dão suporte e referencial ao reconhecimento de competências adquiridas em diferentes situações, dentro e fora do espaço. ” Disse.

“Estamos aperfeiçoando a prática profissional dos futuros técnicos em mineração. A partir de atividades como essas, os alunos conhecem e compreendem melhor a futura profissão, trazendo ganhos significativos na qualificação profissional deles que, em breve, serão inseridos no mercado de trabalho” – Destacou.



*Antonio de Pádua 

Nenhum comentário