Últimas Notícias

Luciano Cartaxo recebe visita do ministro da Transparência, que destaca gestão equilibrada da PMJP.


O prefeito de João Pessoa, Luciano Cartaxo, recebeu a visita do ministro da Transparência, Fiscalização e Controladoria Geral da União, Wagner Rosário, na tarde desta quarta-feira (25), no Centro Administrativo Municipal (CAM). Marca de seu trabalho a frente da gestão, a Prefeitura Municipal de João Pessoa vem sendo reconhecida por diversos órgãos externos pela transparência, como a mais recente da Fundação Getúlio Vargas, que pontuou a PMJP como a terceira Capital mais transparente do país. Na ocasião, Luciano Cartaxo destacou a busca contínua por mais instrumentos que facilitem a divulgação dos dados da gestão e o acesso da população às informações.

“Nossa gestão tem buscado aprimorar os mecanismos para ampliar ainda mais a transparência na gestão municipal e dar mais clareza a todos os dados referentes à administração pública”, afirmou Luciano Cartaxo. Durante a visita de cortesia, eles ainda discutiram sobre o momento de dificuldades pelo qual passam muitas prefeituras em virtude da crise econômica e o ministro parabenizou a gestão da PMJP. “Reconhecemos que em um país com tantas dificuldades, João Pessoa tem uma gestão equilibrada”, disse Wagner Rosário, destacando que a capital paraibana consegue manter investimentos mesmo no atual cenário de crise.

Também participaram da visita o presidente da CMJP, Marcus Vinícius, o líder do governo, Milanez Neto, o controlador-geral da PMJP, Severino Queiroz, e o procurador-geral Adelmar Régis. O ministro esteve em João Pessoa para participar dos eventos comemorativos aos 70 anos da Câmara Municipal, no ciclo ‘Câmara Aberta: Diálogos da Democracia’. Na sua palestra, realizada no Centro Cultural Ariano Suassuna, ele destacou a importância do cidadão como peça fundamental na prevenção à corrupção no país.

Transparência nacional – No estudo ‘Transparência Local no Brasil: Avaliando a aplicação da Lei de Acesso à Informação nos estados e nas grandes cidades’, divulgada neste mês, a Fundação Getúlio Vargas avaliou vários quesitos e se debruçou na análise do desempenho das capitais e dos governos estaduais em relação à transparência governamental. A pesquisa teve como base os últimos cinco anos e avaliou criteriosamente vários parâmetros como as informações divulgadas nos portais de transparência relativos a editais e processos licitatórios, ações e programas governamentais, estrutura organizacional, despesas, convênios e transferências.

A partir dos dados analisados, foi formulada a média do Índice Geral de Transparência Ativa, que também comparou as avaliações com as realizadas por outros órgãos externos como a Controladoria Geral da União (CGU) e o Ministério Público Federal (MPF). Neste comparativo, João Pessoa salta para o topo do ranking, em uma situação que consolida seu protagonismo na política de transparência nacional.



Ascom 

Nenhum comentário