Últimas Notícias

Obra da Transparaíba deve começar a atender população já no próximo ano, estima João Azevedo.


O Governo do Estado pretende assinar nas próximas semanas a ordem de serviço para iniciar as obras da Adutora Transparaíba. De acordo com o secretário de Infraestrutura, Recursos Hídricos, Meio Ambiente e Tecnologia, João Azevêdo, a previsão de assinatura é para o dia 14 de novembro.

Na oportunidade, representantes do Governo irão percorrer a região beneficiada com a obra, começando por Boa Vista e Soledade e passando por Seridó, Cubati, Sossego, Baraúnas, Picuí e Nova Floresta.

O secretário explicou que o objetivo da obra é transportar a água da Transposição do Rio São Francisco para a região do Curimataú. “É um sistema que tem uma grande estação de tratamento em Boqueirão. A partir daí a gente distribui a água passando por Boa Vista, primeiramente, depois por Soledade e depois entrando no Curimataú atendendo todas as 19 cidades”, detalhou.

Ele ainda afirmou que a obra é importante para a região porque o “Curimataú, a gente sabe muito bem, é uma região que tem índices pluviométricos muito baixos e que a água do subsolo não tem em volume e qualidade suficiente para abastecer as cidades”. Sendo assim, a possibilidade mais viável de abastecer a cidade é levando água de fora.

A região deve começar a ser atendida já no próximo ano, como explicou o secretário João Azevêdo, mesmo com a previsão de fim das obras ser no final de 2018. “Como é uma obra que tem uma continuidade, à medida que ela vai sendo executada, ela já vai podendo atender. Então, no próximo ano a nossa meta é já atender Boa Vista, Soledade, já com o ramal sendo desenvolvido”.

Além disso, ainda existe nesse projeto um ramal que vai para Araruna, possibilitando o que o secretário chama de redundância de abastecimento. “Nós vamos ter água a partir da barragem que construímos em Jandaia, em direção à região de Cacimba de Dentro e de Araruna e vamos ter também esse ramal. E aí você promove a redundância e a segurança hídrica aumenta muito mais, claro”, afirmou João Azevêdo.

Com objetivo de atender uma população de cerca de 200 mil habitantes de todas as 19 cidades do Curimataú do Estado, a obra da Transparaíba está orçada em quase R$ 200 milhões com recurso próprios do Estado. E nós já adquirimos os tubos, compramos R$ 103 milhões só de tubos. Contratamos agora a empresa, R$ 83 milhões para executar a obra, adiantou João Azevêdo.

Ainda de acordo com o secretário, a expectativa do valor total da obra era até mais alta devido ao preço base, “mas aí diante da concorrência muito grande que aconteceu, houve uma redução de cerca de 23% do valor da obra. Reduziu R$ 20 milhões do valor da obra, isso é muito bom para o Estado porque a gente pode redirecionar para outras obras”, ressaltou o secretário.



Com ClickPB

Nenhum comentário