Últimas Notícias

PICUÍ: Através de ofício, Energisa confirma que não existe débito do município com a empresa.

Imagem de arquivo 
Recentemente um assunto tomou conta dos meios de comunicação da região; uma notícia em que acusavam a prefeitura de Picuí de ter uma dívida no valor de R$103,5 mil junto à concessionária de fornecimento de energia na Paraíba (ENERGISA) e que a empresa teria enviado um ofício para a Câmara Municipal a fim de que investigasse a ‘conduta de inadimplência de sua gestão’, referindo-se ao prefeito Olivânio Remígio.

O detalhe é que, não há dívida alguma. O que existia, de acordo com Olivânio, era um débito que fora empenhado no mês anterior, no valor de pouco mais de R$11.000 mil, pago no dia 31/10. Os R$103 mil citados em noticiários na região são de um empenho que está no Portal da Transparência, ou seja, o valor é uma previsão de despesa, que é o planejamento da gestão pública com o erário, porém não configura como dívida.

Após a participação em um jornal numa rádio local, o prefeito Olivânio foi até a delegacia de Polícia Civil para tomar as providências contra os que escreveram a notícia falsa e os demais correligionários que espalharam a informação. “A oposição tem que existir porque é saudável, como eu fiz por 12 anos, mas dessa forma criminosa deve ser responsabilizada”, disse.

De acordo com o procurador jurídico de Picuí, Joagny Augusto, todos os órgãos judiciais foram acionados e os envolvidos responderão criminalmente pelo ato publicado e compartilhado. “Vamos dar nome a todos os envolvidos nessa ação criminosa”, disse Joagny.

A PROVA DE QUE NÃO HÁ DÉBITO

Na tarde desta sexta-feira (10), a ENERGISA enviou um ofício para a Prefeitura de Picuí onde afirma que o Poder Executivo Municipal não possui valores vencidos (débitos) junto à concessionária de energia.




Com Creative TV

Nenhum comentário