Últimas Notícias

Brasil terá 12 datas comemorativas em 2018; neste ano, o prejuízo foi de R$ 10,5 bilhões.


Em 2018, os paraibanos terão 12 feriados nacionais pela frente, sendo que a maioria cai em uma sexta-feira (5) e um na segunda-feira, o que vai render pelo menos seis feriadões. Porém dependendo da flexibilidade do local de trabalho, os “imprensados”, principalmente no setor público, quando junta um dia útil para não quebrar sequência, podem render até 33 dias de folga.

Embora os feriadões sejam bastante comemorados, por representarem um descanso além do final de semana, tantos dias sem trabalhar representam prejuízo para a economia. A Fecomércio de São Paulo, que deverá divulgar uma projeção do quanto o varejo poderá perder por causa dos feriados em 2018, estimou que neste ano a perda foi de R$ 10,5 bilhões no país - um prejuízo 2% maior do que o ano anterior, de acordo com estudo da federação.

Seria mais de um mês, contando com os finais de semana, o que vale muito mais para o comércio, que costuma abrir nos sábados e domingos também. A Federação do Comércio da Paraiba já havia se posicionado contra o número excessivo de feriados, principalmente por se tratar de mais um ano onde se tenta sair da recessão decorrente da crise econômica dos últimos anos.

Quatro dias de Carnaval

Se, por um lado, o dia 5 de agosto, feriado paraibano, cai num domingo em 2018, o ano que se aproxima já se inicia com um feriadão, dia 1º de janeiro, uma segunda-feira. No mês seguinte, o carnaval pode render quatro dias de descanso ou festas para quem tem o privilégio de conseguir folga de sábado a terça-feira direto e até o período da manhã da Quarta-feira de Cinzas.

O feriado de Páscoa será o primeiro em uma sexta-feira, que irá render um feriadão de três dias, o que volta a ocorrer no dia 7 de setembro, 12 de outubro, 02 de novembro e 15 de novembro.

O primeiro “imprensado” pode vir justamente no Dia do Trabalho, que cai em uma terça-feira e muitos aproveitam para emendar a segunda-feira junto para conseguir quatro dias de folga.

O Natal pode render ainda mais quatro dias, já que cai em uma terça-feira, porém na segunda, véspera, se trabalha até 12h na maioria das repartições e empresas, devendo render mais um imprensado, o que volta a ocorrer no Ano Novo.



Com Correio da Paraíba

Nenhum comentário