Últimas Notícias

ATENÇÃO: Prefeituras da Paraíba gastaram R$ 11,6 milhões com diárias em 2017.


Montante representa um aumento de 13,4% em relação às despesas com viagens em 2016.

Apesar da crise econômica, as prefeituras da Paraíba, incluindo os fundos municipais e autarquias, fizeram uma farra de diárias em 2017, com gastos superiores a R$ 11,6 milhões. As despesas representam um aumento de 13,4% em relação 2016, que chegou a R$ 10,2 milhões, conforme levantamento realizado no Sistema de acompanhamento da gestão de recursos (Sagres) do Tribunal de Contas do Estado (TCE-PB).

A prefeitura de João Pessoa foi a que mais gastou com o pagamento de diárias, no total de R$ 624.693,62. Em segundo lugar, vem a prefeitura de Campina Grande com R$ 424.157,89 , e, em terceiro, a prefeitura de Sousa com R$ 235.725,01.

Viajante

Na quarta colocação, surge a prefeitura de São José de Princesa, no Sertão da Paraíba, que torrou R$ 205 mil com diárias. A 460.20 km de João Pessoa, o município tem uma população de pouco mais de 4,2 mil habitantes. Do total, R$ 37,3 mil foram gastos pela prefeita Maria Assunção Vieira.

A gestora fez 54 viagens em 2017. Uma delas foi para o Distrito Federal no valor de R$ 3 mil em maio. “A importância que se empenha referente ao pagamento de diárias a prefeita em viagem a cidade de Brasília/DF, a fim de participar da Macha dos Prefeitos e resolver outros assuntos de interesse desta edilidade, conforme documentação em anexo, a fim de resolver assuntos de interesse desta edilidade junto a caixa Econômica Federal e outros órgãos”, diz o empenho. Além de Brasília, a prefeita viajou várias vezes para João Pessoa, Patos e Serra Talhada (PE) para tratar de demandas de São José de Princesa.

TCE vai fiscalizar

As despesas feitas por prefeitos, secretários e demais servidores são com diárias são com passagens áreas, alimentação, hospedagem e deslocamentos para João Pessoa e estados vizinhos em busca de recursos, para participar de cursos de qualificação são alguns das justificativas para os gastos.

O corregedor do TCE-PB, conselheiro Fábio Nogueira, disse que as despesas com diárias são analisadas caso a caso. Se houver constatação de excessos no pagamento de diárias, não justificados, o gestor público, ou ordenador despesa, deverá arcar com o ressarcimento dos valores excedentes e a ele, também, poderá ser imputada multa.

João Pessoa R$ 624.693,62
Campina Grande R$ 424.157,89
Sousa R$ 235.725,01
São José de Princesa R$ 205.025,00
Poço Dantas R$ 191.838,92
Passagem R$ 190.823,20
Riacho de S. Antônio R$ 106.738,80
Curral Velho R$ 180.440,00
São Bentinho R$ 105.100,00
Riacho dos Cavalos R$ 133.789,55
Triunfo R$ 111.844,70
Lucena R$ 162.655,00
Uiraúna R$ 151.401,00
São José de Piranhas R$ 152.539,00
Conceição R$ 151.625,00
Brejo do Cruz R$ 101.765,00
S. João do Rio do Peixe R$ 106.928,98
Catolé do Rocha R$ 129.725,00
Princesa Isabel R$ 106.432,50
Sumé R$ 117.270,00
Monteiro R$ 139.555,00
Cajazeiras R$ 175.457,50
Patos R$ 151.040,60
Cabedelo R$ 128.191,40
Sapé R$ 117.991,00



JPOnline

Nenhum comentário