Últimas Notícias

Ato público vai cobrar do Governo do Estado a conclusão do prédio que seria uma biblioteca, atualmente inacabado e abandonado



Está previsto para a próxima quarta-feira dia 21, ás 9:00 horas da manhã, um ato público em frente ao prédio que seria uma biblioteca municipal, inacabado e abandonado pelo estado em Picuí. Nesta data a referida construção completa 4 anos. A intenção do ato público é cobrar do governador a conclusão da obra e a entrega ao município.

─ A antiga biblioteca foi demolida e até hoje, a nova não foi entregue pelo Governo do Estado da Paraíba a nossa cidade de Picuí. Essa ideia de fazer esse ato público foi minha, porque só assim poderemos pressionar o Governo do Estado para que o mesmo dê uma explicação ao povo de Picuí e diga quando, de verdade a mesma será entregue ─ pontuou Geraldo Batista idealizador do ato.   
arquivo
De acordo com a placa ainda existente no local, o início dos serviços deu-se em 21 de março de 2014 e o prazo de execução seria de 180 dias, (06 meses), ou seja, em setembro do mesmo ano estaria pronta. O valor da obra foi de R$ 446.051,49 (quatrocentos e quarenta e seis mil, cinquenta e um reais e quarenta e nove centavos), provenientes de um convênio celebrado entre o Estado da Paraíba e o município de Picuí, número 364/2012.

Após erguida e entrar em fase de acabamento a obra foi paralisada; atualmente está abandonada. Através de alguns vizinhos residentes nas proximidades, apuramos que está servindo para encontros com diversos fins, já que encontra-se aberta.

Quando houve a paralisação, o prefeito da época disse em programas radiofônicos, em emissoras locais, que o problema tinha sido falhas documentais, mas o problema já estava sendo solucionado e os serviços seriam reiniciados, mas até agora nada.

Outra informação que chegou a nossa redação é de que na vinda do governador a Picuí para reinauguração do hospital regional, outro movimento nesse sentido será realizado.  

Todos convidados, vamos participar para podermos cobrar.



Um vídeo foi gravado no local para o quadro 'que Brasil você quer para o futuro'?, da rede globo de televisão.


ClickPicuí 

Nenhum comentário