Últimas Notícias

Professores do município de Picuí preferem 1º acordo celebrado entre sindicato e prefeitura e reajuste será retroativo a 1º de abril.

Imagem da 1ª negociação entre sindicato e administração municipal

De acordo com informações que chegaram a redação do ClickPicui, os professores do município de Picuí, reunidos na tarde desta quarta-feira (16), decidiram ficar com a 1ª proposta de reajuste acordada entre o sindicato e a administração municipal.

Recentemente, após a realização de uma audiência pública com a categoria, foi apresentado a queda de receita do FUNDEB no município, e em comum acordo com os professores, foi definido que a gestão municipal concederia o reajuste dos professores retroativo a abril. 
  
Na sessão da última segunda-feira (14), a bancada de oposição apresentou uma emenda alterando o art. 2º, do projeto de reajuste, a fim de que a redação passasse a ser: "Esta lei entra em vigor na data de sua publicação, retroagindo seus efeitos a 1º de janeiro de 2018".

Segundo a administração, o município não tem condições de, no momento, pagar o retroativo até janeiro, sob pena de descumprir a Lei de Responsabilidade Fiscal, que é tão lei quanto a do magistério.

Após a grande celeuma, os professores voltaram a se reunir com o procurador jurídico do município Dr Joagny Augusto, os vereadores Ataíde Xavier e Wagner Henriques e após as explanações de ambas as partes, os professores decidiram por unanimidade que preferem o cumprimento do 1º acordo feito entre o sindicato e a prefeitura, retroagindo o pagamento a 1º de abril. 

Ainda de acordo com nossa fonte, os vereadores acatarão o veto do prefeito a emenda apresentada pelos oposicionistas e a retroatividade será mesmo a 1º de abril, possibilitando assim o recebimento ainda este mês. 


  

ClickPicuí

Nenhum comentário