Últimas Notícias

Violência: Menino de 14 anos assassinado a tiros no RN pediu 'pelo amor de Deus' para não ser morto.



Um adolescente de 14 anos foi morto a tiros dentro da casa onde morava, na praia de Graçandu, Litoral Norte potiguar, na frente da própria mãe. O crime aconteceu na noite desta quinta-feira (16), e os parentes acreditam que o garoto Ícaro Jackson Dantas de Lima foi morto por engano.

Os criminosos, armados, chegaram na residência batendo palmas e a mãe do adolescente abriu aporta, achando que era uma visita. Os bandidos entraram e foram na direção de Ícaro, que caiu deitado no chão e pediu para não ser morto. “Eu abri a porta para matarem meu filho, e ele morreu por engano”.

Segundo a mãe do garoto, que não quis se identificar, os assassinos procuravam por Igor, irmão mais velho de Ícaro, que não mora com a família. “Eles não conheciam Igor, porque chegaram perguntando quem era. Eu disse que Ícaro não era Igor, mas eles me empurraram para dentro do quarto dizendo 'sai da frente para não sobrar para a senhora”, contou.

De acordo com a mulher, ela ainda escutou o filho dizer “não me mata, pelo amor de Deus, eu não sou Igor” e, em seguida, ouviu os disparos. Ícaro de Lima morreu na hora.

A mãe também disse que o rapaz se preparava para estudar para uma prova que faria nesta sexta-feira (27) quando os criminosos chegaram. Além de ir à escola, nas horas vagas ele vendia bolinhos de macaxeira para ajudar em casa.

Ícaro era o filho mais novo e morava com a mãe e o irmão do meio, que também não é o que os bandidos procuravam. O rapaz estava dentro do quarto no momento do crime e não foi visto pelos assassinos, mas também ouviu o caçula ser morto.


G1

Nenhum comentário